Retinol: Como deve ser a aplicação e o que causa o excesso de quantidade

Talvez você não se recorde, mas já demos um creminho aqui do que seria o retinol.

Repassando. É um composto derivado da vitamina A e que serve para quase tudo: uniformiza a pele, melhora acne, aumenta a produção de colágeno, renova a pele e diminui rugas e linhas de expressão, podendo ser encontrado em cosméticos de venda livre e em concentrações diferentes (em formato de séruns, loções e cremes).

E é aí que mora o perigo. Primeiro, antes de aderir a qualquer produto peça ajuda aos universitários. No caso seu dermatologista.

O retinol em contato com a nossa pele transforma-se em ácido retinóico. A ordem de potência (e consequente grau de tolerabilidade da pele) é a seguinte, do mais fraco para o mais forte: palpitado de retinol, retinol, retinaldeído e tretinoína (o ácido retinóico).

E, por ser um composto que causa descamação, pode ser perigoso.

Como aplicar o retinol?

Segundo dermatologistas recomenda-se o tamanho de uma ervilha ou 3 a 4 gotas de produto para rosto e pescoço, sendo que para início é bom começar com concentrações pequenas do tipo 0,05%, mantendo sempre a constância, mas no começo de forma alternada e com espaçamentos, ou seja, dia sim, dia não. E, gradativamente aumentando a concentração.

Deve-se evitar esfoliação da pele no período ou produtos que causem descamação, uma vez que, o retinol já é um composto de renovação celular.

O uso de protetor solar é feijão com arroz na rotina skincare, mas durante o uso de retinol nem se fale. Não se pode descuidar e deixar de usar nunca.

Exagerei, e agora?

Os especialistas informam que a quantidade de produto nada tem a ver com a eficácia, pois a pele só absorve até certa quantidade. A ação de renovação e escamação do retinol pode levar a várias consequências como sensibilidade ao sol, irritação, formigamento, vermelhidão e ressecamento.

O retinol pode levar a queimadura e também a dermatite de contato, que é desenvolvida pelo uso excessivo de retinol, em que a pele fica vermelha e escamando.

Ponderam os especialistas que as regiões em que a pele é mais fina como a região dos olhos e da boca são as que mais sofrem, daí a necessidade de sempre ter acompanhamento com um dermatologista.

Porém, ao optar pelo composto (dos produtos de limpeza aos hidratantes) opte sempre por produtos para peles sensíveis ou cosméticos mais suaves.

re

Essa matéria tá o puro creme de la creme! Não acham?

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.
Post criado 852

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
7 Melhores Perfumes Árabes Masculinos 10 sobrenomes que indicam que seus ancestrais eram Egípcios CAMISA MASCULINA DE CROCHÊ ESTÁ EM ALTA 7 PERFUMES MASCULINOS PARA O VERÃO Ano Novo: As cores e seus significados