A relação da Obesidade Masculina e a Testosterona

Obesidade é um assunto que gera controvérsias, desde sempre. Uns questionam essa padronização de corpos e cultuam comerem o que quiserem. Terem o estilo de vida (ainda que inadequado) que bem entendem. Outros vão na linha oposta. ”Se matam” para exibir lindos abdomens e tanquinhos perfeitos.

Tudo é questão de equilíbrio. Não estamos aqui para impor nada. Mas sim, para lembrar que antes de mais nada, temos que entender que obesidade vai além de estética. É saúde. Temos de parar de romantizar isso. E achar normal.

Sim, há casos de doenças que as pessoas não conseguem perder peso, gordura abdominal ou mesmo sair do sobrepeso. Não é disso que vamos falar.

Entendemos também que obesidade vai muito além de testosterona. São hábitos de vida. Falta de exercícios. Alimentação errada. Fatores genéticos etc. Por isso entendam, trataremos de apenas uma das possíveis causa da obesidade.

E nós não trataremos nada sozinhos. Vamos contar com o auxílio da Drª. Simony Morais, médica especialista em medicina esportiva, saúde, bem-estar e emagrecimento.

A médica esportiva já começa nos dando uma notícia que nem todos devem saber. Questões hormonais podem sim estar sendo a causa da sua obesidade. Embora a testosterona esteja popularmente relacionada ao desempenho sexual e a anabolizantes (aumento de massa muscular), ela pode interferir no seu humor, disposição, capacidade cognitiva e bem-estar.

Todo mundo sabe também que com o passar dos anos a nossa produção natural pelo organismo vai caindo. E, devido a causas mil, como ansiedade, estresse e outros fatores externos, já é possível constatar rapazes de 30 a 35 anos com a disfunção na produção de testosterona. Mas certo mesmo é que a obesidade x testosterona não escolhe idade, pois cada vez mais estudos têm indicado que até crianças podem estar obesas e, em virtude disso, produzindo menos hormônio masculino.

O hipogonadismo secundário, segundo a Drª. Simony, é uma disfunção fisiológica muito comum em homens obesos. E a Drª. nos explica que acontece o seguinte:

As células de gordura, encontradas sobretudo na barriga, funcionam como se fossem glândulas, ela convertem testosterona (hormônio masculino) em estrógeno (hormônio feminino). Não bastasse isso, elas influenciam a hipófise a produzir menos hormônio masculino.

O processo é sempre o mesmo. Aparece o sobrepeso, daí vem excesso barriga (excesso de gordura abdominal), conversão periférica (conversão de testosterona em estrogênio) e consequente queda de testosterona. E aí começam os problemas. Fadiga, indisposição, ansiedade, variabilidade de humor

Algo te parece familiar? Pois, é olhando para tudo isso você percebe que isso leva a mais sedentarismo e a mais acúmulo de gordura e obesidade. O ciclo repete-se e se torna vicioso. como se houvesse um looping no processo, que culmina com menor produção hormonal no nosso organismo, já que, os hormônios trabalham em sincronia, ou seja, o desequilíbrio de testosterona vai culminar com o desequilíbrio de outros hormônios.

Antes de supor que você tem deficiência de testosterona, a Drª Simony recomenda que se procure um médico. Apenas ele pode lhe dizer qual a causa certa da sua obesidade. Esse médico solicitará os exames necessários e caso seja esse seu problema, além de dieta, exercícios físicos, será indicada a reposição hormonal.

Não podemos nos esquecer que a obesidade é uma doença e doença que deve ser tratada imediatamente não só pelo tipo e sintomas, mas também porque pode provocar outras doenças como diabetes. Aqui, a questão vai além de estética e corpo bonito. É saúde. Por isso, cuidem-se. Pratiquem exercícios físicos. Alimente-se bem. E caso necessário busque auxílio de um médico.

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.
Post criado 626


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Corte Americano Masculino Como Usar Calça Caqui Masculina 5 Perfumes Masculinos com Feromônios! Como se tornar um homem mais atraente Risco na Sobrancelha está em alta