anéis

Você sabia que os anéis que hoje são usados como acessórios de moda, surgiram como um símbolo de aliança de um casal? Conheça a história dos anéis:

O uso do anel surgiu há mais de 2.800 a.C., entre os egípcios e os hindus, para simbolizar a aliança entre um homem e uma mulher. Para eles, um anel, que representa um círculo perfeito, significava o que não tem um fim. Mais tarde, Alexandre o Grande dominou o território egípcio e introduziu esse costume na Grécia.

AnelEgipcioAntiga aliança encontrada no Egito.

Os Gregos acreditavam que o quarto dedo da mão esquerda possuía uma veia que levava diretamente ao coração (vena amoris), por isso passaram a usar nele um anel de ferro imantado, para que os corações dos amantes permanecessem para sempre atraídos um pelo outro. O costume foi adotado pelos romanos e o Vaticano manteve a tradição, incluindo o acessório na sua cerimônia de casamento.

O anel de noivado foi introduzido no ano de 860, por decreto do papa Nicolau I que o instituiu como uma afirmação pública obrigatória da intenção dos noivos. A aliança passa da mão direita para a mão esquerda para significar o compromisso definitivo.

Aliança

De lá para cá, o uso do anel começou a ser comum e deixou de ser um acessório usado somente como “aliança” de um casal. Foi aí que surgiram novos modelos de anéis, com diferentes tipos de metais, formatos, pedras, detalhes e usos.

anéis masculinos

E você, usa anéis?






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.