As mulheres sempre reclamam de suas desvantagens em relação ao homem, como menstruar, ter que ter filhos, se depilar, etc e tal.

Mas e as nossas desvantagens? O site AskMen criou uma lista com as 10 principais desvantagens de ser homem. Confira:

Pelo por todos os lados
Cabelo e pelo em todos os lugares. No pescoço, nas costas, no peito. Isso varia de acordo com o homem e às vezes pode ser atraente ou servir a um propósito. Os pelos embaixo dos braços, por exemplo, ajudam no suor. Porém, para que servem os pelos sobre os dedos ou os pequenos tufos que saem da orelha? E acordar cedo toda manhã para raspar a barba todos os dias irrita até o mais paciente dos homens.

Ereções aleatórias
Uma das ironias da vida é que quando você é jovem e viril, normalmente você tem ereções em qualquer momento, como na aula matemática, por exemplo. Normalmente você ainda não consegue usufruir tanto disso. Já quando está mais velho e experiente, a probabilidade de ter relações é maior, mas também é mais comum que seu corpo não responda da forma que gostaria.

Testículos
É raro o momento em que um homem consegue esquecer que tem um par de bolas balançando entre as pernas. Com certeza você já agonizou quando ele foi sufocado ou atingido.

Sexo ruim é sempre culpa do homem
Quando se trata de sexo a pressão sobre o homem é desproporcional. Para começar, é você que precisa ter ereção, o que pode ser difícil de acordo com o nível de atração, do seu conforto, saúde e sobriedade. Então, quando conseguimos isso, o sexo ser ruim é uma culpa nossa? Mulheres podem ser ruins na cama também.

Ter que tomar cuidado com demonstrações de afeto
As vezes basta um pai andar de mãos dadas com seu filho ou sua filha ou levar sua criança para passear no parque sozinho para que algumas pessoas o olhem com desconfiança. Por uma questão de cultura muitos homens acabam tendo medo de contato físico como abraçar e acariciar os próprios filhos, o que não é nada justo.

Camisinha
O preservativo ajuda a prevenir gravidez e doenças sexualmente transmissíveis, porém, acaba se tornando em preocupação. E muitas vezes a responsabilidade de comprar a camisinha, abrir a embalagem e colocá-la acaba ficando para o homem.

Levar fora
Na maioria das vezes ainda cabe ao homem a aproximação na hora da paquera. É nossa função dar “oi” para uma estranha e correr o risco de ser desprezado. Se a curta interação no bar, na balada ou no café for ruim há grande riscos de você ainda ser chamado de “estranho”, “babaca” ou outras coisas que podem atingir o orgulho masculino, diminuindo as chances dele se aproximar de outra mulher.

Ter que ser corajoso
A sociedade espera que você evite brigas, mantendo a calma e tentando encontrar uma resolução pacífica para um conflito. Porém, quando o valentão do bar lhe insulta ou tenta algo contra sua namorada, existe uma expectativa de que você vai abrir mão da polidez. Quando está em uma situação como essa, um homem tem duas chances: brigar e ser considerado violento ou não brigar e ser considerado covarde.

Levar tapa na cara
Ver um homem levando um tapa na cara não é algo muito incomum. Quando as pessoas veem uma mulher batendo em um homem na rua normalmente ninguém pensa em quão péssimo é resolver uma questão dessa forma violenta, ao invés disso, costumamos pensar no que ele fez para merecer isso.

A dor de ser atingido na virilha
Isso acontece em uma fração de segundos e dura apenas alguns minutos, mas eles são preenchidos com uma dor insuportável e que leva a dezenas de xingamentos e pensamentos perturbadores de que você nunca mais será capaz de ter filhos.

E aí, qual desvantagem você adicionaria na lista?






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.