jaquetas-masculinas-2018

Durante o outono e o inverno, a primeira coisa que a gente pensa é em tirar algumas jaquetas do armário ou talvez, comprar um modelo novo. Elas são fundamentais para a composição de um guarda-roupa pronto para qualquer ocasião, desde um café no começo da tarde até o encontro no final da noite.

Hoje o Moda Para Homens, traz a origem de algumas das jaquetas mais famosas do guarda-roupa do homem contemporâneo, vamos lá:

Jaqueta Perfecto

jaqueta-perfecto-masculina

Foram criadas originalmente na década de 20 para pilotos da Força Aérea Americana, mas foi na década de 50 que o modelo se popularizou, através das influências do cinema, da queda da alta-costura, da busca por identidade e rebeldia dos jovens da época.

Muitas culturas urbanas adotaram o uso das jaquetas nas décadas seguintes, como os Bikers, os Rockers e os Greases na década de 60 e os Punks na década de 70 e início dos anos 80. O modelo Perfecto, popularizou-se por Marlon Brando no filme O Selvagem de 1954. Fez tanto sucesso que com o passar dos anos, foi reproduzida em outros tecidos como o algodão, linho é até mesmo em camurça.

A Perfecto ganhou espaço no coração e no guarda roupa de muitos homens ao redor do mundo e com isso, surgiu o interesse em reinventar o clássico com outros cortes para as vitrines das lojas, seguindo a fortemente a influência de estilos musicais, como o rock. E sim, esse estilo musical teve e ainda tem bastante influência para a galera que curte uma roupa feita de couro.

Jaqueta Jeans

Tendências inverno 2016 (jaqueta jeans) (5)

Criada no final do século 19 pela marca Levi’s, foi uma peça originalmente destinada à trabalhos duros, por ser produzida com tecido forte e resistente, ganhou a atenção de muitos homens da época pois as jaquetas apresentavam grande durabilidade, mesmo com o desgaste que o trabalho causava na peça.

No início do século 20, a indústria cinematográfica de filmes western e alguns artistas de música country usavam a jaqueta com frequência, o que favoreceu muito a popularização da peça, fazendo dela um item de um look casual.

A mudança de comportamento dos jovens no mundo pós-guerra favoreceu com que a jaqueta jeans se tornasse item essencial do guarda-roupa dos “rebeldes”, afinal, a peça não possui nenhum vestígio de formalidade e se quisesse ser diferente na época, era só vestir essa jaqueta. E assim como a jaqueta Perfecto citada acima, esta roupa seguiu influência direta do rock. O tempo foi passando e a jaqueta jeans caminhou junto às demais vertentes dos roqueiros ganhando mais identidade com estampas, bótons, rebites e rasgos.

Vale lembrar também que alguns outros estilos musicais também abriram as portas de seu guarda-roupa para a presença do clássico item, muitos grupos de new wave da década de 80 e alguns cantores de hip-hop da década de 90, abusaram da jaqueta.

Hoje a clássica jaqueta jeans ganhou bastante espaço nas linhas de produção das grandes marcas e lojas, portanto é possível encontrar este item casual com os mais variados cortes, cores e preços.

Jaqueta Bomber

historia-jaqueta-bomber

Mais um modelo clássico com origens militares, porém diferente da primeira jaqueta citada acima, este modelo teve origem na França em 1932 para os aviadores da época, que alcançavam altas altitudes em suas aeronaves, sob o rigor de baixas temperaturas.

Algumas características acompanham a trajetória da jaqueta desde a sua criação e com motivos associados à sua funcionalidade, como nos punhos e na cintura, onde eram utilizados tecidos com propriedade elástica para evitar a entrada de vento, o fechamento da jaqueta era feito de zíper o que tornava uma peça bem prática para os aviadores. Alguns modelos possuíam golas semelhantes às de camisas, pois caso houvesse muito vento, era só levantá-las e na frente possuía bolsos largos para guardar as luvas de piloto, tais características foram deixadas de lado com o passar dos anos.

bomber-jacket-inspiration

Assim como as demais jaquetas, o modelo bomber ficou bastante conhecida através de filmes, videoclipes e nas aparições de muitos artistas pelas ruas. Vale lembrar também que este tipo de jaqueta influenciou a origem de outros modelos bem conhecidos, como a jaqueta College e Barracuda.

Jaqueta Puffer

puffer-jacket-masculina

Criada na década de 30 pelo americano Eddie Bauer para ser uma opção a mais no guarda roupa dos homens que praticavam esportes na neve, o modelo se tornou muito comum na grande maioria dos países do hemisfério norte. Com o passar do tempo, alguns estilistas perceberam a aceitação do modelo nas mais variáveis culturas e recriaram tipos mais leves para outras regiões ao redor do mundo. Por aqui, é possível encontrar o modelo em algumas lojas, sendo uma opção a mais nas épocas frias do ano.

O modelo ganhou bastante repercussão na década de 80, com uma variação do modelo, no caso um colete e que ganhou espaço nas telas de cinema usado pelo icônico personagem Marty McFly em De Volta Para o Futuro. E desde então, tanto a jaqueta como o colete são bastante usados pelos homens.

A peça possui características bem exclusivas, por ser toda acolchoada entre as costuras e quase sempre feita de nylon ou fibras sintéticas é bem volumosa, ideal para se usar sobre outras peças como a camisa e o suéter, além de ser uma peça muito confortável.

Assim como as demais jaquetas, essa também não traz nenhuma característica formal ao look, se tornando muito comum aos adeptos do street-style e também na cultura hype. É possível também encontrar variações oversized e em cores metalizadas.

Jaqueta Windbreaker ou “Corta Vento”

O item do guarda roupa masculino teve origem mais recente, na década de 70 pela empresa Nike, com o objetivo de garantir que atividades físicas não fossem interrompidas, independente se fizesse chuva ou sol e que também não interferisse na performance dos atletas. A primeira aparição registrada da peça de roupa foi nas Olimpíadas de Atletismo nos Estados Unidos no ano de 1980.

A jaqueta fez tanto sucesso dentre os atletas que a equipe de designers da Nike trabalhou a década de 80 inteira em cores que combinassem com outros produtos da empresa, seguindo tendências tecnológicas de tecidos e fibras, o que alcançou públicos que iam além dos atletas profissionais, desde os corredores do dia a dia até dançarinos de break-dance dos subúrbios americanos.

Não parou por aí, embarcando na onda hip-hop dos anos 80, a cultura pop dos anos 90 carregou também o uso da jaqueta e até hoje, é possível ver grandes grifes famosas como a Gucci recriando o modelo com seus logos estampados, o que fez a peça também ser bem difundida na cultura hype dos dias atuais.

jaqueta-corta-vento

Colaboração: Arlindo Petit.

Escrito por Moda para Homens
O Moda Para Homens é o maior blog de moda masculina do país. O nosso objetivo é mostrar que homem também tem que ter estilo.