cortar-cabelo-em-casa

Instabilidade mil para todos. O que será o dia de amanhã? Apocalipse now!!! Zoeira, vamos vibrar paz, amor e respeito. Mas com COVID, nuvem de gafanhotos, desemprego, abre e fecha das portas do comércio… A cabeça vai a mil. Hoje a sua academia pode estar funcionando, amanhã não mais. Idem o seu barbeiro. A sua Igreja e assim vai, vai e volta, de zonas. Já me perdi nas cores. Vermelho, amarelo, azul. E sei lá mais o quê.

Enfim, cada vez mais só depende de nós em tudo. Nunca tivemos tanto que arregaçar as mangas e fazer por nós mesmo. Cuidar da pele, da casa, dos filhos, da alimentação e muito mais. Tudo sozinho né, fazer o quê. Eu não gosto muito, mas… é o que tem para hoje e até tudo voltar ao normal.

Por isso, vamos dar umas dicas a vocês que querem escapar do boné, do gorro ou da máquina zero e manter um penteado da hora. Óbvio que um penteado bacana depende de n fatores, mas né, entre eles, o corte de cabelo estar bem ok.

E a minha cabeleireira sempre me fala que para o cabelo masculino estar ok, ele deve passar por manutenção a cada 15 ou 20 dias (o chamado pezinho). Por isso, vamos dar 3 dicas para você tentar manter o seu corte por mais tempo, sem precisar da ajuda de um barbeiro ou cabeleireira.

ATENÇÃO, SE A SUA CORDENAÇÃO NÃO É DAS MELHORES, TOME CUIDADO, POIS PREVEMOS CAGADAS. Antes de qualquer procedimento, certifique-se de que você dá conta de fazê-lo sozinho.
Esses locais estratégicos que vamos listar são aqueles que mais aparecem quando o cabelo da gente está sem cortar e que o outro consegue, sem sombra de dúvidas, ver que está na hora de passar no cabeleireiro ou barbeiro. Ah, e você só vai precisar de uma máquina de cortar cabelo e um espelho.

O lugar onde mais fica feio quando o cabelo cresce: orelhas.

cortando-cabelo-em-casa-orelhas

Mano, dá aflição, aqueles caras que deixam o cabelo começando a encobrir ou encobrindo a orelha e que a gente vê que o corte já venceu faz tempo.

A volta da orelha deve ser feita com uma máquina. De início, usam-se os chamados pentes até ir diminuindo. Vá sempre penteando o cabelo para pegar aqueles fios rebeldes. Geralmente, usa-se a máquina na vertical, mas você pode usá-la na horizontal. Vai da sua vontade.

A gente vê cada costeleta por ai, que dá medo.

ajustando-a-costeleta

Costeleta é algo que denuncia se o seu cabeleireiro é bom ou não. Umas, muito encurtadas, outras muito longas, à la Elvis Presley. Ai ai, bom não dá para deixar de dar um reparos nela.

Mas qual seria a altura ideal? Segundo especialistas a altura ideal da costeleta é na simetria das sobrancelhas. A relação simétrica entre as duas melhora o aspecto da face.

Sr. exagero cuidado, não é para raspar o cabelo. É para aparar. Evite arrancar um tufo de cabelo. Por isso, comece com pentes de máquinas maiores (do 6 ou 4 para os menores), a gosto do cliente.

Máquina de cima para baixo, dando a opção de aparar um pouco mais ao chegar ao pé da costeleta.
No caso dos barbados, o cabelo deve manter também simetria com os pelos faciais.

Onde deve terminar a costeleta? A costeleta bem limpa e perfeita termina logo acima do buraco da orelha se você não tem barba e no meio do buraco da orelha se você tem barba.

O famoso pezinho que dá nome aos bois.

fazendo-o-pezinho-cabelo

A gente costuma chamar toda essa limpeza de fios de cabelo no rosto de pezinho. Mas pé, que não é pé, é o final da parte de trás da cabeça, ou seja, o comprimento do final da parte de trás do seu cabelo.

Essa é parte mais difícil. A que mais requer atenção e cuidado. Todas devem ser feitas na frente do espelho, mas essa você inverte a posição. Fica de costas e usa um espelho de mão (menor é claro, para ir vendo a parte de trás da cabeça).

Você deve primeiro determinar se o seu pé está mais arredondado ou quadrado e com a máquina no zero, mãos à obra. Segue o que já estava sendo feito. Ai meu Deus, mede para deixar torto viu. Os pelos “beudos” da sua nuca e pescoço devem dar tchau viu.

Após tudo isso, rosto novo em folha. E corte de cabelo apto para mais 15 ou 20 dias. Você encararia a experiência? Eu confesso que não dou conta sozinho. Preciso da ajuda de mais alguém. Mas né… Para quem se arrisca, aí estão os passos. Aventure-se. Vale tudo, menos ficar parecendo o homem das cavernas. Cabelo e barba bonitos, por favor.

Imagens retiradas do vídeo do Mike Shake.






Comente com o seu perfil do Facebook:

Escrito por Diogo Rufino Machado
Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.