A moda do “faça você mesmo” pode ser feita com canetinhas próprias para tecido e camisetas brancas ou de tonalidade clara. Eu prefiro as que já estão largas ou surradas e, quando isso não acontece naturalmente, eu mesmo corto as costuras das mangas com o estilete.

A caneta que eu uso, encontrada em diversas cores, é vendida em qualquer papelaria pelo valor médio de R$5,00 cada e aguenta bem umas oito lavagens. Depois disso, é preciso retocar para que as camisetas continuem com as cores bem vivas. Ou então, assuma que o desenho já rodou muito por aí, assim como numa exposição itinerante.

Por serem feitas com carinho (durante as minhas madrugadas de insônia), e talvez por eu não acreditar no valor comercial que elas poderiam ter, eu nunca as vendi, sempre preferi presentear os amigos.

Acredito que ninguém, além de mim, use essas camisetas no trabalho, mas me divirto quando encontro alguém na balada usando uma das minhas criações. Se você também curte desenhar e presentear, experimente, é uma ótima terapia ;)

E se antes você preferir praticar em diferentes lugares, conheça alguns restaurantes ou bares de São Paulo que oferecem canetas ou giz de cera para você desenhar nas mesas, quadros ou portas dos estabelecimentos, são eles: Santa Augusta, Rascal, Trilha do Trigo e Zena Caffé.

Eu acredito que a criatividade pode ser expressada em qualquer lugar. E você?






Escrito por Felippe Canale
Jornalista e produtor de conteúdo. Veja mais no site eaiconteudo.com.br.