bichectomia

A cada dia mais, as pessoas procuram soluções menos invasivas, possíveis, para “ajustarem” seu corpo e rosto àquilo que desejam. Ultimamente, estamos lendo bastante sobre a “bichectomia” em revistas, sites e redes sociais. O MPH quis saber mais sobre essa nova “moda” e foi até o consultório da Dra. Sarah Maricato, dentista com vasta prática em bichectomia.

Sim, você não leu errado! A bichectomia é sim uma cirurgia, mas pode ser realizada em 40 minutos, no próprio consultório de um dentista que faça o procedimento.

Dizem por aí (e as fotos nos levam a acreditar), que Ryan Gosling, Ashton Kutcher e Rodrigo Sant’anna, são famosos que já encararam a bichectomia.

Ryan Gosling

Apesar de estar lotando nossas timelines apenas atualmente, essa cirurgia não uma novidade. O procedimento é bem antigo (desde a descoberta da “Bola de Bichat”, que é a estrutura adiposa retirada em cirurgia, desde 1802), mas só após famosos a realizarem que tornou-se bastante conhecido e procurado.

A cirurgia plástica, chamada “bichectomia”, é a retirada de gordura das bochechas, chamada “Bola de Bichat” (todo mundo tem, por mais fino que o rosto seja!). O procedimento era feito em pessoas que mordiam muito a bochecha e por isso acabavam lesionando bastante e até gerando sangramentos diários. Como consequência, notava-se o afinamento do rosto. E dai, a gente, que não é bobo nem nada, apelou para a cirurgia por caráter estético e em busca do rosto fino!

Como muitos homens ainda têm preconceito ou até mesmo não são adeptos da maquiagem, a cirurgia, quando indicada, acaba sendo uma ótima opção para aquela bochecha mais redondinha que sempre te incomodou!

bichectomy

Mesmo sendo um procedimento rápido, com anestesia local, não deixa de ser uma cirurgia, por isso resolvemos tirar algumas dúvidas com a Dra. Sarah Maricato:

1) Quais cuidados são essenciais para um pré-operatório de bichectomia? Preciso tomar alguma medicação ou preparação?

Como preparação, solicito sempre exames sanguíneos de rotina. Para um pré-operatório, indico alimentação leve, evitar tabagismo e bebidas alcoólicas. Sugiro suspender também o uso de medicações que interfiram na cicatrização e coagulação sanguínea, caso o médico permita.

2) É indicado para todos os tipos de pessoa?

Não. Um diagnóstico adequado é o ponto de partida para realizar o procedimento para cada caso. Por isso é necessária uma consulta, onde irei conversar com o paciente sobre suas queixas, necessidades, avaliá-lo fisicamente e iremos chegar até o procedimento adequado.

3) Muitos homens procuram o procedimento? Quais as maiores queixas dos homens em relação à busca pela bichectomia?

Por se tratar de um procedimento atualmente com finalidade estética, a busca maior ainda é do público feminino. O incômodo com bochechas grandes é o que faz com que as pessoas busquem o procedimento. Porém, nem sempre esse aspecto de bochechas aumentadas é devido às gorduras de Bichat e, quando são, também podem estar associadas a outros aspectos. Por isso, cabe ao profissional diagnosticar a(s) causa (s) e tratar corretamente para evitar frustações por parte dos pacientes.

4) Posso fazer a cirurgia apenas por estética, ou apenas se tiver algum problema em morder a bochecha constantemente?

A redução do tamanho das bochechas é frequentemente procurada por pacientes que buscam por melhoras estéticas faciais. Se o fato de morder a bochecha estiver associado com o aumento dessas estruturas, pode ser uma opção.

5) Minha bochecha vai diminuir?

O resultado é o afinamento da face com contornos ósseos das maçãs do rosto mais evidentes e bochechas menos globosas. É importante ressaltar que não há alteração na moldura do rosto, ou seja, não transforma um rosto redondo em um rosto triangular. Em alguns pacientes o resultado é bem visível, enquanto em outros, é sutil. Em geral, a alteração é discreta e os pacientes precisam estar bem cientes dessa realidade.

6) Quais são os cuidados para um pós operatório de sucesso? Com quantos dias é possível voltar a se alimentar e fazer exercícios físicos?

O período de recuperação é de 3 a 5 dias. Há poucas restrições no pós operatório: evitar mastigar e falar em excesso, alimentação fria ou gelada por 24 horas, evitar sol quente e exercícios físicos durante 5 a 7 dias e é claro, tomar as medicações recomendadas com compressas geladas pelo período recomendado. Evitar condimentos e alimentos cítricos.

7) Qual a duração do procedimento? A anestesia é local?

É feita sob anestesia local, com ou sem sedação. O procedimento dura em média 40 minutos.

8) É preciso ter acompanhamento do dentista? E os pontos?

Quando o profissional é experiente, a Bola de Bichat é identificada e cuidadosamente removida, para evitar danos às estruturas anatômicas adjacentes. Também não pode haver qualquer sangramento ao fim do procedimento. Os pequenos cortes podem ser fechados com suturas absorvíveis (que não precisarão ser removidas, pois saem sozinhas) ou não absorvíveis (neste caso, é necessária sua remoção após o período de cicatrização).

9) Posso fazer a barba ou usar maquiagem depois da cirurgia?

Não há cicatrizes externas ou perceptíveis, consequentemente, não há nenhuma via de contaminação exposta na parte externa do rosto que contra indique de forma absoluta o uso de maquiagem e remoção da barba. Porém, a região fica sensível devido ao trauma e qualquer manuseio que possa ser uma ameaça para intensificá-lo, até mesmo mastigação e fala em excesso, deve ser evitado.

O MPH foi atrás para saber mais sobre a cirurgia estética que é uma das mais procuradas do momento. Mas vale a pena fazer como a gente: procure, antes de tudo, um profissional qualificado, para saber se você deve fazer ou não.

Se você ainda ficou com alguma dúvida, a Dra Sarah Maricato é especialista em bichectomia, e posta sobre esse e outros procedimentos no seu insta @sarahmaricato. Vale seguir para continuar informado!

Escrito por Rayanna Utiama
Consultora de estilo e gestão de imagem, formada pela Oficina de Estilo e Berenholc&Dalpra, pós graduada em Consultoria de Imagem e Estilo. Posta diariamente sobre essas e outras paixões no insta @rayannautiama.