Jahnkoy-SPFW

Na semana que vem começa a maior Semana de Moda de toda América Latina. A SPFW nº44 iniciará os trabalhos no dia 27 de agosto e o encerramento se dará no dia 31 de agosto.

Desfiles, apresentações, intervenções, workshops e muito mais marcam uma semana frenética em que a moda brasileira ganha destaque e repercussão mundial.

Além dos clássicos desfiles na Bienal, no Parque Ibirapuera, e dos desfiles externos, contaremos com a presença ilustre de uma marca para se fixar os olhos no mundo da Moda e não se tirar mais. Jahnkoy é o grande destaque dessa edição da SPFW nº44.

A marca encabeçada pela artista Maria Kazakova visitará o Brasil com apoio da PumaTexPrima e Centro-Br (Centro Brasileiro de Estudos em Design do Vestuário).

No dia 30 de agosto teremos uma apresentação performática das roupas coloridas, vivas, alegres, elaboradas e ricas em detalhes, que fizeram com que Jahnkoy ficasse entre as oito finalistas do prêmio LVMH desse ano. Além disso, a marca participará de workshops bem como ações no eixo São Paulo/Rio de Janeiro.

jahnkoy-moda

Até ai, uma marca a mais. Algumas apresentações a parte. Outras peças para se ver. Mas não é à toa, que Jahnkoy veio parar no Brasil.

A marca marcha na contramão da indústria da moda, resgatando valores amplamente discutidos como do upcycling, reciclagem, dos brechós, do reaproveitamento, da questão envolvendo matéria-prima e meio ambiente. E não se deem por satisfeitos, Jahnkoy é mais.

A marca além de levantar a bandeira da sustentabilidade e encravar em todos a conscientização, ela busca dar a cada peça uma finalidade e um propósito. Cada peça deve ter um valor e um propósito, adquirindo sentidos e valores emocionais, coisas que o Mundo contemporâneo deixou de lado e já não faz mais questão que se tenha.

Jahnkoy-puma

Jahnkoy-sp

Com a globalização, as roupas viraram inexpressivas, são produzidas em massa e perderam o toque humano”, ela diz ao FFW. O objetivo de seu trabalho é falar sobre herança cultural de uma forma contemporânea, reconectar as pessoas com a sabedoria do passado e promover as habilidades manuais.

A coleção “Displayed” discute o desparecimento da cultura de roupas no Mundo do fast fashion e seus efeitos sobre a Moda. As peças parecem vindas diretamente das tribos africanas, onde o Ocidente ainda não chegou, destruindo valores intrínsecos, culturais e típicos.

“JAHNKOY significa um novo espírito de vizinhança. Convida as pessoas a andar para frente unidas e reivindicar o mundo como uma só tribo. Vemos a moda como uma forma de união humana e uma plataforma poderosa de mudança”. Para ela, a comunidade é uma parte essencial do ser humano, já que formamos grupos de acordo com os nossos interesses, valores e pontos de vista. “Nossos espíritos estão unidos e nos tornamos parte da vida dos outros, nos afetamos uns aos outros e esta é a forma como a sociedade se desenvolve”.

Jahnkoy-fashion

Você gosta de moda? Então, é marca para não deixar se acompanhar. Atenção total nela!

Fonte: FFW.

Escrito por Diogo Rufino Machado
Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.