Queda de Cabelo Pós Covid: As causas e como tratar

Embora os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) não incluam a queda de cabelo em sua lista de sintomas de COVID-19, os médicos dizem que há evidências convincentes de que pode ser um efeito de longo prazo da doença.

Em um grupo no Facebook chamado Survivor Corps, onde existem centenas de postagens sobre queda de cabelo entre pessoas que se recuperaram do COVID-19 e ainda apresentam efeitos prolongados meses depois.

Uma pesquisa criada nesse grupo revelou que mais de um terço dos 1.700 participantes disseram que sofreram com queda de cabelo após enfrentar COVID-19.

O estresse pode ser o culpado

Ainda não há evidências de que o novo coronavírus em si cause diretamente a queda de cabelo. Especialistas acreditam que o estresse físico e emocional, que acompanha um caso de COVID-19, pode levar a uma condição reversível de queda de cabelo chamada eflúvio telógeno.

A condição é conhecida por ocorrer um alguns meses depois de um evento estressante, como sofrimento emocional, cirurgia grande ou febre alta. Ele muda o cabelo de uma pessoa para a fase telógena, ou fase de repouso, do ciclo de crescimento do cabelo, o que acaba levando à perda de cabelo.

O eflúvio telógeno induzido por estresse é tipicamente diagnosticado por meio do processo de eliminação de outras causas potenciais de queda de cabelo. Os médicos podem fazer um exame de sangue para descartar um problema de tireoide ou deficiência nutricional, que também podem causar queda de cabelo.

Eles também podem observar o que está acontecendo na vida de um paciente nos últimos meses para identificar o evento estressante que desencadeou a condição, como uma hospitalização por COVID-19.

Como tratar?

A boa notícia é que o eflúvio telógeno é temporário e o cabelo vai crescer novamente. No entanto, pode demorar um pouco para que seu cabelo atinja sua plenitude e comprimento originais.

Uma boa opção é usar suplementos e produtos para crescimento de cabelo que você encontra facilmente na internet ou nas prateleiras das farmácias. Além disso, é importante encontrar maneiras de controlar o estresse, assim como fazer uma dieta rica em nutrientes e evitar fumar.

Os nutrientes mais importantes para ajudar no crescimento dos fios são: Ácido Fólico, Biotina, Niacina, Vitaminas do Complexo B, Ferro, Magnésio, Selênio, Zinco e afins. Vale a pena tomar alguns desses nutrientes individualmente ou formular uma receita focada no crescimento do cabelo.

E, lógico, vale a pena procurar um especialista para te ajudar nesse momento.

34 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 10 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.
Post criado 2697

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
A importância do Setembro Amarelo O Pop-Punk está voltando à moda! PEÇAS QUE AS MULHERES ODEIAM NOS HOMENS Old Money: A estética ‘Rico Vintage’ Truques de estilo para homens gordinhos