Já falamos de vinhos, whiskies, vodkas, etc. Agora chegou a hora de falar da bebida que é paixão nacional e melhor, inaugurar uma nova coluna do MPH para um assunto que todo homem gosta, Bebidas.

Você já conhece e/ou experimentou todos os tipos de cervejas?

As cervejas são classificadas pelo teor de álcool e extrato, pelo malte ou de acordo com o tipo de fermentação. Conheça todas as famílias e tipos de cervejas mais comuns:

Família Lager

Cervejas de baixa fermentação. São as cervejas douradas e filtradas, apresentando algumas variações escuras.

• Pilsen: de cor clara, leve amargor, original da cidade de Pilsen, o tipo de cerveja mais consumida no mundo.
• Malzbier: de cor escura e adocicada, malte caramelizado.
• Bock: sabor mais forte e encorpado, geralmente de coloração escura e de grande aceitação.
• Keller e Swickel: são cervejas pouco comuns, não são filtradas (portanto turvas) nem pasteurizadas (servidas na pressão e não engarrafadas), e ficam maturando de maneira exposta, sem cobertura.
Lite: variação mais leve de cerveja, oferecida muitas vezes sob o nome Light ou Lite.

Família Ale

Cerveja fermentada em alta temperatura, entre 18 e 20 graus. Geralmente são as cervejas que possuem maior corpo e paladar frutado.

• Weizenbier, Weissbier ou Weisse: cervejas de trigo, geralmente não filtradas.
• Stout: produzida a partir de cevada torrada, que produz um malte especial (escuro) e possui um sabor amargo conferido pelo lúpulo associado ao adocicado do malte.
• Red Ale: avermelhada devido ao uso de um pouco de malte tostado.
• Altbier: muitas vezes considerada uma ligação enter as cervejas Ales e as Lagers, por ser feita com fermento de Ale porém fermentada em temperatura de Lagers.
• Porter: é uma cerveja escura mais suave que sua parente Stout, normalmente com 1 a 2% a menos de álcool.

Família Lambic

As cervejas do tipo Lambic são consideradas como uma terceira categoria na família de cervejas pelo seu tipo de fermentação, que é espontânea. São feitas de trigo, porém não são adicionadas leveduras no mosto, ficando a fermentação a cargo dos agentes naturais.

• Faro: é uma mistura de Lambic com adição de açúcar. São bem carbonatadas, mais doces e refrescantes. O sabor geralmente é franco e açucarado.
• Lambic-fruit: no processo de fabricação, após a fermentação espontânea ter começado, são adicionadas frutas inteiras, como pêssegos, framboesas e cerejas. O que torna a cerveja com um sabor frutado e totalmente diferenciado.
• Gueuze: trata-se de um “blend” de Lambics novas (1 ano) e antigas (2 a 3 anos), retiradas de vários barris diferentes no processo de fabricação, e que são engarrafadas para uma segunda fermentação.

Qual o seu tipo preferido de cerveja?






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.