O bloco já está indo pra rua e você não sabe o que vestir? Vai fazer o baile em casa e não sabe o que por na playlist? Ou vai ficar em São Paulo/Rio de Janeiro e não sabe pra onde ir? Seus problemas acabaram, ou pelo menos eles vão diminuir!

O MPH convidou um time de primeira para dar dicas essenciais pra você acertar no Carnaval, o feriado mais esperado do ano.

Começamos com aquele toque valioso do que fazer durante esse final de semana tão prolongado:

Ele é Social Media, blogueiro, relações públicas e folião assumido. Dono do blog Lá de casa, de um dos tumblrs mais divertidos dos últimos tempos  o Criança Viada (que inclusive está em edição de Carnaval) e, além de tudo isso resolveu reunir (quase) tudo que você Tem que saber até do carnaval. Com vocês Iran Giusti e suas dicas pra curtir São Paulo e/ou o Rio:

“São Paulo tem fama de terra de ninguém no carnaval mas não se engane, apesar do foco nos blocos de carnaval de rua (que estão voltando nos últimos anos) saírem no pré carnaval, temos clássicos que saem durante todo o feriado como o “Vai Quem Quer” na Praça Benedito Calixto / Pinheiros com saídas as 20h nos dias 09, 10, 11 e 12. No sábado dia 09 vale chegar bem cedo e aproveitar a feira de antiguidades que rola no local e passar a tarde em um dos bares aguardando o bloco sair.”

Vai quem quer – Carnaval de 2012

“Já pra quem pretende viajar, um dos meus destinos preferidos para o feriado de Carnaval é o Rio de Janeiro, perto, relativamente barato (se tem lugar pra ficar é quase um rolê de graça) tem programação 24h todos os dias.”

Rio Guesthouse (Arvrão) – Alto do Vidigal, RJ

“Quem curte também é o pessoal da festa paulistana Voodoohop, clã de djs e performers que vai até a cidade maravilhosa pra complementar a já intensa folia composta de centenas de blocos de rua e sobe o morro do Vidigal para fazer festa: a bagunça rola nos dias 11 e 12 e só entra no Alto Vidigal  (Rio Guesthouse-Bar-Events, também conhecido como Arvrão) quem tiver convite antecipado. Pra conferir os detalhes só acompanhar o evento no Facebook.”

Sem música não tem Carnaval não é? Por isso chamamos um dos donos do blog que agitou a internet nos últimos meses – mais do que muita pista por aí – Thiago Frias do Boatismo vai te ajudar a bombar a pista (mesmo que seja da sua casa) caso você resolva ~atacar de DJ~ para os amigos. Tem playlist pra todos os gostos ou momentos (de alcoolismo) da festa. Play it:

Esquentando pro samba-ziriguidum.

Feriado chic-tranquilinho.

Ui, não sou do samba.

E a última dica do Guia de Carnaval do MPH é pra não fazer feio na avenida. Jornalista e pai do blog amigo Descolex, quem dá a letra agora é Glauco Sabino. Ele é formado em comunicação, moda e jornalismo (triple-threat o menino), sempre está dando seus pitacos no mundo fashion web a fora e hoje atua como roteirista do GNT Fashion. Já viu né? Ele sabe o que faz, por isso pedimos pra ele uma dica de como se vestir pra encarar o calor (e às vezes a chuva) dos Bloquinhos de Rua:
“Na hora de escolher um look pra carnaval, o cara tem que pensar em 3 coisas:

1- Conforto. Não há produção no mundo que se justifique no carnaval se ela não estiver confortável. Você vai passar horas com essa roupa, vai pular, vai suar, vai fritar no sol…

2- Chuva. Ao mesmo tempo que tem calor, Carnaval também tem chuva. E se você mora em SP, é muuuita chuva.  Por isso, a roupa tem que ser leve e fácil de secar. E você não pode amar ela. Vai sujar de lama, de cerveja, de tinta, de glitter, de espuma… A lista é grande. E se manchar, você vai chorar e dizer que a culpa é do Carnaval. Não é. A culpa é sua q não soube escolher a roupa certa.

3- Calçado. Se você é um folião de verdade, daqueles que pulam os cinco dias de carnaval e ainda se arrasta pela quarta de cinzas, sabe que chinelo não é o calçado ideal. Mais do que a “mundiça” do chão, tem caco de vidro pra cortar o pé e tem mijo pra pegar uma micose daquelas. Portanto, escolha um calçado fechado confortável. Leia-se, tênis.

Posto isso, eis minha sugestão de look básico pro carnaval:

– Camiseta. Regata, normal, lisa, estampada, velha… Você escolhe. Só não vai de camiseta nova, pfvr! Times de futebol, com exceção da seleção brasileira, também acho complicado. Já vi sair briga por causa disso ☹

– Bermuda. Só se fosse o carnaval de Veneza pra usar calça, né? Eu gosto de bermuda jeans ou de sarja preta, que disfarça a sujeira. Mas se você faz uma linha mais esportista, aquelas bermudas e shorts de surfista são excelentes. Secam que é uma beleza e sujam pouco.

– Tênis. Já disse aí em cima, dã… Mas oq não disse é que gosto de All Star ou similares. Todo carnaval eu pego um que já tá meio velho pra depois jogar num depósito de lixo radioativo.  Afinal, não sobra nada dele. Outra dica são as espadrilles, aqueles sandálias feitas com solado de corda. A Havaianas tem uma versão dela com solado de borracha, bem mais resistente, e um amigo jura que é a melhor coisa que ele já usou em um carnaval. Fica a dica.

Com a “base” montada, daí vai da sua criatividade e do seu budget pra realmente dar uma cara de carnaval pro seu look.  Só de brincar com as cores das peças pode ser bacana, mas eu recomendaria, sei lá, pelo menos uma peninha na cabeça. Afinal, é carnaval. Não é um fim de semana qualquer. E se você acha tudo isso aí que eu disse muito boring, deleta tudo, pega aquele vestidinho da sua irmã, passa um batom e vá a luta! No Carnaval, tudo pode”.

Um ótimo Carnaval a todos!






Escrito por Ewerton Oliveira