Segundo uma matéria do New York Times, os hipsters de New York adotaram um adendo nos seus trajes de verão, uma formosa “barriguinha de chopp”.

O grande motivo? Os hipsters assim definiram. Isso porque, por irem na contramão da sociedade, eles querem justamente se distanciar da figura esbelta, esportiva e sarada, que, por exemplo, o presidente Barack Obama representa.

O editor da revista masculina Details, Don Peres, afirmou que se um relaxado estivesse na Casa Branca, os hipsters estariam desfilando com barrigas “tanquinho”.

Já Aaron Hicklin, editor da revista Out afirmou para o jornal que a obsessão em manter um abdomen sarado ficou tão exagerada, que deixou de ser algo masculino. Segundo ele, o que parecia ser jovial e sexy, tanto para homossexuais como para héteros, agora está passado. “Ficar se preocupando com o corpo o tempo todo não é cool”, complementou. Por outro lado, o personal trainer Robert Morea não acredita que seja bom uma barrriga grande de repente se tornar aceitável, embora creia que a era dos homens muito musculosos está chegando ao fim, sendo substituída por músculos definidos sem serem exagerados.

E aí, será que essa moda pega no Brasil?

Fonte: Terra.






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.