Como fazer hidratação do cabelo masculino em casa

Os cuidados com o cabelo vão além de lavar e condicionar. É preciso ir além. A hidratação dos fios deve fazer parte da sua rotina de cuidados com os cabelos, para você ter fios mais bonitos, brilhantes e saudáveis.

Estamos ainda no inverno, época em que as pessoas costumam tomar banhos quentes e demorados (totalmente errado, né!) e que causam ressecamento tanto dos fios de cabelo quanto da pele, por isso a hidratação tem de fazer parte da sua vida.

Para explicar o quão importante a hidratação é na vida útil de um cabelo recorremos ao auxílio da Hair Designer, Yáskara Niero, que já começa falando o seguinte: a hidratação vai além de saúde capilar, ela ainda melhora absorção de outros procedimentos como a reconstrução e a nutrição que são procedimentos totalmente diversos.

A especialista ainda nos dá uma grande notícia. A hidratação caseira é plenamente possível e não é nenhum bicho de sete cabeças. Basta saber fazê-la e trabalhar com bons produtos.

E quando eu sei que é hora de hidratar os fios?

Yáskara enfatiza bem que antes de iniciar qualquer procedimento você deve conhecer o seu cabelo. Pois, cada tipo de cabelo requer uma frequência diferente de hidratação. Mas já começa nos explicando que, seja qual for, o seu tipo de cabelo você não vai escapar da hidratação, mesmo sendo ele curto.

Quem tem cabelo fino, liso ou oleoso deve hidratar os fios a cada 10 dias. Já se o seu cabelo é crespo, ondulado, cacheado ou com fios grossos, o ideal é hidratar os fios uma ou duas vezes na semana, pois as curvaturas dos fios dificultam a chegada de água, nutrientes e oleosidade até as pontas.

Por isso, antes de iniciar qualquer tipo de hidratação você deve saber e entender as características dos seus fios de cabelo. Com a ajuda de um bom cabeleireiro ou de um dermatologista você chega lá viu.

Humm.. E como eu escolho os produtos para fazer essa hidratação?

Já deixamos bem claro que produtos de qualidade fazem a diferença e o bacana é você ter a recomendação de um especialista. Mas caso você queira se aventurar a escolher máscaras considere o seu tipo de cabelo em primeiro lugar (textura e formato do seu fio). Liso ou ondulado. Seco ou oleoso. Com química (alisamento e coloração) ou sem química. Por fim, se o seu couro cabeludo é sensível.

Na hora de escolher o produto é muito importante se atentar à composição: queratina, óleo de argan, óleo de coco e óleo de rosa mosqueta são bons componentes. Já o óleo de silicone deve ser evitado.
Não iremos sugerir produtos, pois a analise presencial do seu cabelo se faz necessária para isso, explica Yáskara.

E como eu faço a tal da hidratação caseira?

Primeiramente é necessário limpar os fios para que eles absorvam melhor os nutrientes da máscara. Então, você deve lavar os fios.

Com as pontas dos dedos você irá massagear o couro cabeludo para tirar sujeira e oleosidade, mas sem esfregar porque isso pode quebrar os fios ou causar frizz. Após o enxague, recomenda-se que você seque os fios com uma toalha, pois o cabelo molhado atrapalha a eficácia da absorção do produto.

Atenção, o cabelo não pode estar enxarcado, mas deve estar pelo menos úmido. Ou seja, não é para deixa-lo totalmente seco também porque isso prejudica a aplicação do produto.

Com um pincel ou espátula (porque muitos produtos em contato com os dedos tem a eficácia prejudicada) você irá pegar o tamanho de uma moeda de 1 real e irá aplicar nas pontas dos fios, ou melhor no corpo sem contato com o couro cabeludo. Procure utilizar uma touca para potencializar os efeitos, caso isso esteja descrito na embalagem do produto. Pois, alguns produtos se potencializam com calor. Porém Yaskara nos pondera que, atualmente, a maioria dos bons produtos já não precisam mais dessa famosa touca térmica.

Cada produto vem especificado se é necessário o uso de condicionador após ou não. Mas a maioria não precisa, já que o PH das máscaras já é bem baixo.

O tempo de permanência do produto na cabeça varia de 10 a 15 minutos. Mas, geralmente, na embalagem já vem as instruções de uso.

Atenção o uso exagerado de produtos não significa mais hidratação. Por isso, tome cuidado, pois muito produto pode deixar seu cabelo pesado e sem movimento.

Deu o tempo descrito no rótulo do produto é só enxaguar. E você já tem um cabelo novo.

A secagem dos fios é muito importante. Se você o faz com toalha, cuidado não forçar muito e quebrar os fios. Com secador, deve-se sempre utilizar um leave-in com proteção térmica.

Dica de ouro da nossa especialista: cabelos muito secos, ondulados e grossos podem ser lambuzados com sérum (óleo) capilar de boa qualidade e você pode até dormir com ele uma vez por semana. No dia seguinte, teremos cabelos mais maleáveis, brilhantes e com menos frizz.

Recomendação da mestre: Cronograma capilar.

Além da hidratação caseira, você pode fazer um cronograma capilar que um especialista, que montará um calendário com os cuidados para o seu cabelo. A reconstrução serve para cabelos quebrados. Já a nutrição, para pontas duplas e frizz.

Dúvidas sobre hidratação caseira dos fios de cabelo? Mande para nós, que com a ajuda de especialistas, responderemos a todas as perguntas.

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.
Post criado 520

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
A importância do Setembro Amarelo O Pop-Punk está voltando à moda! PEÇAS QUE AS MULHERES ODEIAM NOS HOMENS Old Money: A estética ‘Rico Vintage’ Truques de estilo para homens gordinhos