Cinto Masculino: Como usar, materiais e combinações

Tá aí um acessório de moda masculina que gera um ponto de interrogação e dá nó na cabeça do pessoal na hora H. Depende da formalidade e da ocasião, é mais que necessário prestar atenção no cinto.

É preciso combinar cor? Qual material usar? Qual a espessura?

Esses são alguns dos questionamentos que deixam a galera bem em dúvida, mas calma não vamos nos embolar com isso.

É simples, fácil e você verá a seguir, topa continuar aqui? Então, vem comigo.

Cinto combina com o quê?

Acho que todo mundo já ouviu aquela velha regra: combine o cinto com o sapato, SEMPRE.

Essa regra é verdade? É sim, mas ela não é absoluta, tá ok. E nós vamos lhes explicar o porquê.

Cara vai sair de social, tem que combinar mesmo. Sapato, cinto e pulseira do relógio (caso seja de couro).

Regra: Preto só combina com preto. Marrom como existem várias tonalidades, dá usar o sapato marrom com uma tonalidade diferente do cinto. Mas ambos serão marrom. O visual da alfaiataria é o único que requer combinações.

Preto com marrom não combinam.

Saíram da alfaiataria e partiram para o casual. Acredito que aqui ninguém tenha dúvidas, mas para frisar bem. Sejam livres. Ninguém vai combinar dockside, mocassim ou tênis com cinto. Dá para ousar na cor, no material e na espessura.

Devo me preocupar com o material?

Mas é claro, fio. Cada material serve para uma ocasião. Look social, por exemplo, requer cinto de couro e deve, ainda, combinar ou seguir a tonalidade do sapato (já até falamos disso).

Bora se ligar nos diferentes tipos de cintos e com quais ocasiões eles casam.

Cinto social

O cinto social é mais fininho (por ora, está usando assim na moda) e possui uma fivela de metal.
Esse cinto casa bem com alfaiataria, costume ou terno. Regra só sai junto com sapato social (Oxford, brogues etc).

Cinto de couro trançado

Anda bem em desuso e fora de moda, mas como existe, né, devemos apontá-lo. Embora, o material seja couro, esse tipo de cinto é mais casual.

Logo, ele não combina com social, porém combina com tudo quanto é peça casual, como looks com sapatos menos sociais (mocassins, loafers, por exemplo), jeans, camisas e camisetas.

Ele é bem indicado para quem quer montar um visual mais esporte fino.

Cinto de couro casual

Veja só que ele é de couro também como os demais, ou seja, o material é nobre. Mas aqui o couro é tratado de uma forma diferente e, por isso, ele fica mais rústico. As peças são mais largas e a fivela também é maior. Totalmente indicado para uma pegada de street style. Nunca entra em ocasiões que peçam um mínimo de formalidade.

Cinto de lona

Item brega até ontem, mas que voltou com essa febre de anos 90 e 2000. Super indicado para ocasiões bem informais, com uma pegada de street style moderna. Dependendo do evento e do horário, ou seja, durante o dia e eventos ao ar livre, pode ser usado com peças mais sociais, como sarja e algodão.

O cinto combinando com o sapato

É regra combinar sapato e cinto? Não mais, senhores.

Antigamente essa regra era imutável, mas atualmente as regras foram flexibilizadas e não necessariamente cor com cor devem ser iguais. Admite-se alteração de tons desde que seja a mesma cor. Isto é, pode ser usar diferentes tipos de marrom, desde que seja na cor marrom.

Combinar com cor com cor não está em desuso. É mais fácil e simples.

Material próximo ao do sapato

Sabemos que usar o mesmo material tanto para o cinto quanto para o sapato é o ideal. Porém, muitas vezes nem sempre isso é possível. Logo, tente ao menos aproximar os materiais, pois facilita na harmonização.

Quando falamos nisso é óbvio que questionamentos do tipo: Putzzz, esses materiais combinam?

Coloque as peças bem próximas se você sentir que sim, use-as. Tudo vai de bom-senso. O camurça casa bem como couro, por exemplo. 

Acessório com o cinto 

Quem é atento à moda e gosta de combinar, pode também combinar cinto com outras peças tais como pulseira do relógio, óculos de sol, pulseiras, carteira, bolsas e chapéu.

Portanto, o cinto pode combinar com acessórios em geral.

Sem cinto

Essa, no meu ponto de vista, é a tendência mais moderna, cool e jovem do momento. Sim, compor looks e deixar o cinto de fora. Vale fazer isso na alfaiataria também. Se você quer uma alfaiataria do tipo Pitti Uomo, com um par de sneakers bacana. Essa é a pedida do momento.

Espero que ter sanado as dúvidas e não ver mais ninguém errando na hora de usar (ou não) o cinto.

Diogo Rufino Machado

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.

Deixe seu comentário:

Posts recentes

Inspiração: Camisa Xadrez

Camisa xadrez é uma peça que caiu no gosto dos homens e se tornou atemporal…

% dias atrás

A Evolução das Apostas Esportivas no Brasil: Desafios e Oportunidades em 2024

No cenário dinâmico das apostas esportivas no Brasil, o ano de 2024 se apresenta como…

% dias atrás

Memória Olfativa: Entenda mais sobre a ‘Psicologia do Cheiro’

Seria mesmo o nariz capaz de ter memória? Calma aí. Não é o nariz que…

% dias atrás

10 Hábitos para parecer mais jovem

A fonte da juventude por enquanto só existe em desenho. Poções mágicas são pura ficção.…

% dias atrás

Bulgari lança o relógio mecânico mais fino do mundo

A Bulgari acaba de lançar o Octo Finissimo Ultra COSC que não é apenas o…

% dias atrás

Erros na maneira de se vestir que te deixam com cara de ‘tiozinho’

Existem alguns erros no visual masculino que podem deixar um rapaz com cara de "tiozinho"...…

% dias atrás