crianca-target

“Mãe, olha! Ele é igual a mim!”

Certamente foi isso que pensou o pequeno Oliver Garza-Pena ao se deparar com um anúncio na loja da Target, no Arizona. Surpreso e feliz, ele não conseguia parar de olhar para a placa.

E essa reação foi tão marcante para sua mãe, Demi Porter Garza-Pena, que ela acabou fazendo uma foto dessa cena e compartilhou nas redes sociais. E sem que ela imaginasse, acabou viralizando pelo mundo e virou mais uma lição de como a representatividade é SUPER IMPORTANTE.

Segundo ela, “Ele reconheceu outro garoto como ele, sorrindo e feliz”  “Oliver vê crianças todos os dias, mas ele nunca vê crianças como ele. Isso foi incrível! Estou tão feliz que outras crianças que passam por aqui com seus pais verão isso.”

Oliver, que completará dois anos no próximo mês, tem uma condição chamada Síndrome de Regressão Caudal e dependerá sempre de uma cadeira de rodas para se locomover.

oliver-and-mother

Que esse exemplo sirva de inspiração para outras marcas lembrarem sempre da inclusão e da representatividade. Pode ser que pra você não faça diferença, mas para muitos fará.

Parabéns pra Target e também para a mamãe, Demi, por compartilhar esse exemplo com o mundo.

Que essas campanhas deixem de ser apenas excessões e se tornem regra daqui pra frente.






Comente com o seu perfil do Facebook:

Escrito por Guilherme Cury
30 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.