Porção Alimentar

Roda alimentos

Esse post nem seria o próximo, estou seguindo uma seqüência para não nos perdermos, porém ocorreram dois comentários com a mesma dúvida e por isso achei interessante falamos disso agora, já que faz parte do assunto, se falarmos depois ficaríamos perdidos. Então o assunto é: PORÇÃO ALIMENTAR.

Como vimos na pirâmide ela foi a melhor forma que encontramos de demonstrar ao indíviduo em patamares e grupos as necessidades diárias que nosso corpo necessita, mas como já citamos nada pode ser exagerado, tudo tem uma quantidade certa por isso dividimos em porções.

Eu não posso definir para todos os leitores quanto de cada alimento, qual porção devem consumir, pois isso é função do nutricionista após consulta, após colher dados e ter a soma do gasto energético de cada cidadão.

Lembramos que a pirâmide alimentar foi criada com base em uma dieta para um indivíduo saudável que possa consumir diariamente 2000 calorias.

Mas para facilitar dividimos essas porções em medidas caseiras, onde podem entender melhor e sempre ao final da consulta, quando é entregue uma dieta ao paciente, junto entregamos uma lista que chamamos de substituição. Por que isso Ricardo?

Por que as dietas são calculadas para um dia. E durante meses você não pode ingerir o mesmo alimento que está naquela dieta, até mesmo por questões nutricionais, adequação de micronutrientes. Então todos os dias você vai olhar sua dieta e analisar a lista de substituição identificando o alimento que pode substituir aquele que não queira comer naquele dia, pois você pode até “enjoar” de tanto comer a mesma alimentação.
Exemplo: Na dieta entregue do nutricionista consta que pela manhã você deve comer 1 pão francês. Mas naquele dia você acordou indisposto e não quer nem ver pão na sua frente… nesse momento que entra a lista de substituição, você irá olhar quais alimentos e quais as quantidades dele que substituirá uma unidade de pão. 1 pão francês equivale a 5 biscoitos de sal. Então naquele dia que você está “enjoado” de comer pão você poderá comer 5 biscoitos de sal que surtirá o mesmo efeito.

Continuando o assunto das porções funciona da seguinte forma: Vou dar um exemplo de grupo, o primeiro grupo que chamamos de construtores são dos carboidratos a base da pirâmide. Então são recomendados até 6 porções dia de carboidratos. Analisando a tabela a seguir:

Arroz, Pães, Massas, Batata e Mandioca
Consuma 6 porções ao dia
(1 porção = 150 kcal)

Alimentos
Arroz branco cozido
Batata cozida
Biscoito tipo “cream cracker”
Cereal matinal
Farinha de mandioca
Macarrão cozido
Milho verde em espiga
Pão de forma tradicional
Pão francês
Purê de batata
Torrada salgada
1 porção equivale a:
4 colheres de sopa
1 e 1/2 unidade
5 unidades
1 xícara de chá
2 colheres de sopa
3 e 1/2 colheres de sopa
1 espiga grande
2 fatias
1 unidade
3colheres de sopa
4 unidades

Então meninos, analisando a tabela acima, das 6 porções indicadas na primeira base da pirâmide pode-ser comer 4 colheres de sopa de arroz no dia para um individuo saudável que precisa ingerir até 2000 calorias ao dia. Da mesma forma que pode-ser comer 2 colheres de sopa de arroz e 1/4 batata cozida. Então tudo isso dependerá de calculo para não se ultrapassar a quantidade de 6 porções. Essas mesmas 6 porções não quer dizer que você irá comer 6 quantidades de cada alimento, ou de um alimento especifico do grupo 6 quantidades. Há uma especificação correta que simboliza essas 6 porções.

Agora ninguém aqui vai sair comendo 3 colheres de sopa de purê de batata dizendo que viu o post do nutricionista Ricardo no blog MPH e que pela pirâmide pode-se fazer isso por ser igual a 6 porções permitidas ao dia. Ou que irá comer somente isso de carboidrato no dia por que a pirâmide preconiza. Se souber, eu pego cada um de vocês pelo pé onde estiver. NÃO É ASSIM.

Cada indivíduo tem uma necessidade especial lembra-se? Por isso inicialmente para melhorar sua alimentação pode-se até seguir as orientações da pirâmide, mas o quanto urgente possível procure um NUTRICIONISTA, pois ele sim saberá dizer quanto necessitará comer diariamente e as porções. Pois um atleta pode chegar a comer uma escumadeira cheia de arroz pra suprir suas necessidades passando as 6 porções orientadas na pirâmide para carboidrato, enquanto outro indivíduo apesar da pirâmide orientar 6 porções ele na verdade necessita de 3 ou 4 porções no dia-a-dia. E assim a regra vale para verduras, frutas, carnes e todos os grupos alimentares.

É um tanto complexo o assunto, é necessário ler, reler, mas não impossível de se entender. Espero ter sido claro, que tenham entendido o que é porção alimentar, certo Lucas K? Certo Rafa?
Precisando podem postar ou me procurar para tirar as duvidas.

Até breve!

Post criado 26

11 comentários em “Porção Alimentar

  1. Entendido o/
    Tenho que reler mais vezes para não cometer erros =P

    Ontem eu estava conversando com uma amiga sobre qual tipo de alimentação é melhor para determinado tipo sanguíneo. Isso influencia mesmo? Há alimentos que eu não deveria comer por ter determinado tipo sanguíneo? o.O

    ^^

  2. Olá, primeiramente gostaria de elogiar a matéria que ficou muito boa mesmo!!!

    Bom agora respondendo ao questionamento do Rafa=), Dieta do tipo sanguíneo não tem nenhum embasamente científico comprovando tais informações, ela não passa de mais uma dieta da moda lançada no mercado…

    Ps: Falo isso da tal “dieta” por ser nutricionista também.

  3. Então, chegou o momento de passar como todo o sábado e dar uma analisada nos comentários, ver se surgiram dúvidas e etc. vejamos… Hum…

    Diego Soares não precisa ter medo boy, é que muitas vezes as pessoas se valem do que falamos para justificar certas atitudes, é bom sempre lembrar que essa parceria com o MPH é para auxiliar vocês no esclarecimento de algumas dúvidas, trazendo as informações mais isso nunca substituirá uma consulta com o profissional frente a frente, é de suma importância esse fato e por isso sempre enfatizo isso.

    Então Rafa, mais uma vez agradeço que está acompanhando e curtindo as matérias e as duvidas sempre são bem vindas, pois me motiva a publicar mais. Apesar de o parceiro Thiago ter deixado uma prévia aqui corretíssima irei fazer um post especial sobre isso, mais não agora pra não quebras a seqüência ok?

    Thiago eu fiquei muito feliz quando li seu comentário. Reanimou-me, sério mesmo, por que o MPH sabe que não tem sido fácil tudo isso aqui e minhas maiores preocupações são: Agir com ética, ter embasamento cientifico usando uma linguagem simples para os seguidores entender e claro ajudar a promover nossa categoria. E nada melhor que ler isso de um profissional da mesma área.

    Convido a todos a me seguir no twitter pelo @ricardonutri e a visitar meu blog que é um projeto que estou trabalhando com todo carinho para vocês mesmos: http://www.nutricionistadeplantao.blogspot.com/ e segui-lo também no twitter pelo blogNP_

    Qualquer dúvida, sugestões podem entrar em contato comigo por um desses contatos ou deixar recado.

    Grande abraço pra vocês, excelente final de semana a todos.

    Ricardo Freire – Nutricionista
    CRN 09100424

  4. Olá, eu gostaria de uma informação que eu não achei em lugar nenhum da internet (pelamordedeeeeeus):

    -Qual a porcentagem de gordura (body fat) que modelos e atores tem?

    Poderia dar alguns exemplos, na faixa etária jovem (15-25 anos).

    É que eu tenho 1,65 e 56-58kg, meus braços e pernas são bem magros, mas em compensação eu tenho a impressão de ter 2x mais barriga que o normal ‘-‘

    Se você tiver essa informação me manda, não achei nem procurando “robert pattinson body fat” nem “daniel craig body fat”!

    Eu não acho em lugar nenhum e queria saber se eu estou +- dentro do perfil ‘-‘

    obrigado!

  5. Novamente passando para verificar os comentários e vejo que ocorreu somente o do seguidor Leonardo, então vamos lá.
    Leonardo, essa sua pergunta é bem delicada. Primeiro que não se tem nenhum estudo com embasamento cientifico sobre medidas corretas para ser um modelo ou ator. Tanto que encontramos modelos acima do peso e modelos magérrimos. Nunca me aprofundei nem trabalhei com essa área, mais até onde eu sei cada agência trabalha com um molde especifico. Geralmente não estão preocupados com altura e peso, mas sim com a pessoa, a beleza, o rosto ideal para aquele trabalho, principalmente fotos. Há trabalhos que exigem traços fortes, outros traços mais serenos, angelicais, em alguns casos pessoas fortes, em outros corpos mais magros, às vezes fortinhos do tipo que falamos “gordinhos” e em outros casos os “magrinhos”. Então nem adianta procurar que não irá encontrar um padrão tipo 1,70 m e 65 kg pra um modelo perfeito. Eles procuram um conjunto. Se você acha que tem esse talento e que sua aparência e corpo ajudam oriento a procurar uma agência. Tenho vários amigos que fizeram isso e hoje são modelos, uns renomados. Agora fica a dica:
    Essas agências são sem noção de saúde quando se fala a respeito de padrões. Às vezes pedem o impossível ou algo que irá prejudicar sua saúde. Os modelos em geral praticam exercício físico e se alimentam com frutas, verduras, legumes e proteínas. Só evitando carboidrato e fritura. Porém o ideal é que a pessoa procure meios saudáveis de emagrecer e tentar atingir o padrão exigido pelas agências, desde que esse padrão seja adequado para ela e ai que entramos e se for exigido algo pela agência avalie junto a um NUTRICIONISTA se não te prejudicará. Daí cabe ao final analisar o que vale a pena, sua saúde ou tentar uma carreira colocando em risco sua vida. Sugiro que não procure somente uma agência e sim várias até que uma te atenda da melhor forma e não faça qualquer dieta procure um profissional para te avaliar e te orientar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
5 Dicas Para Parecer Mais Velho Gel, Cera, Pomada, Spray: Qual usar? As tribos e estilos do TikTok A importância de ter um ícone de inspiração! Como controlar a caspa