O lado negro do bem-estar (Darkside Wellness)

Meditação

Darkside wellness. Talvez seu inglês não seja tão fluente ou você só beba de fontes nacionais para se informar. Mas o termo nem é tão não novo assim.

Dois longos anos de pandemia. Todo mundo dentro de casa. Tempo de sobra. Meditação, yoga, as pessoas fazendo e cultivando a própria comida, terapias holísticas, misticismo, muita crença e milhões de teorias pipocando pela internet.

A internet, por enquanto é terra de ninguém, cada um falar o que quer. Mostra as coisas a sua moda. E o algoritmo louco engaja conteúdos absurdos.

Não demoraria para aparecer coisas loucas, absurdas e sem fundamento algum. Que aliás estão aí no nosso nariz.

Manifestações antivacina pipocaram, sob os mais absurdos argumentos. A vacina seria uma droga. A vacina alteraria o DNA. Ela contém um chip que seria implantado nos seres humanos. Além de supostamente alterar níveis energéticos e vibracionais do corpo.

Tudo sem fundamento algum, base científica ou pesquisas. Apenas com informações das redes sociais propagadas por influenciadores que cultuam veganismo, vida zen, supostas preocupações com a alma e com a saúde.

Pois hoje estamos vendo o resultado de tudo. Países que se vacinaram em massa estão tendo menos problemas com a COVID-19.

As maluquices vão além. E não precisa ser muito esperto para desconfiar. Mas muito acreditam e vai contrariar?

Sucos que curam o câncer. Meditação que elimina doenças. E alimentos milagrosos capazes de eliminar diabetes. Pensamento positivo e vitamina D.

Não que isso não seja bom. Muito pelo contrário. A gente sabe que a saúde começa na mesa. Que o excesso de carne faz mal.

Que a prática de exercícios físicos é essencial. O problema está nos excessos disseminados pelos porta-vozes desses absurdos. Sem contar os milhões que essa indústria do veganismo, meditações, cristais e vida saudável movimenta.

O problema maior é que esses gurus ditam práticas totalmente loucas e jogam a responsabilidade do seu bem-estar apenas a você. E as coisas não são bem assim. A positividade pode ser bem tóxica. E o wellness ter um outro lado da moeda. Bem negro e diverso do que ele próprio prega.

Nem tudo depende de nós. Não controlamos tudo sozinhos. Temos que fazer a nossa parte, não só no interno, mas também no meio que nos cerca. Wellness é bom. O que é péssimo é o egowellness e, além tudo, pautar-se por crenças absurdas sem qualquer respaldo, fundamento ou base científica.

Já tinham parado para pensar em tudo isso? Pois é, repense. Meditar é bom, mas muitas vezes a sua conta vencida vai tirar a sua paz. Comida vegana é boa, mas só uma nutricionista para dizer se a sua alimentação está adequada ao seu corpo. E assim vai…

Não aceite tudo que a internet diz. Ela mente, cria e inventa.

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.
Post criado 633


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Os 6 estilos da moda masculina Descubra os perfumes das celebridades Como deixar seu rosto mais bonito Manchester City lança cachecol inteligente MTV Miaw 2022: Looks dos Famosos