Máquinas automáticas vendiam roupas por apenas 2 euros, mas ninguém quis comprá-las!

Máquinas automáticas vendiam roupas por apenas 2 euros, mas ninguém quis comprá-las!

Nós já falamos várias vezes por aqui sobre o grande problema que assola o universo da indústria da moda, a escravidão.

E, para alertar os cidadãos de Berlim quanto ao uso de trabalho escravo pela industria fashion, a ONG Fashion Revolution criou uma ação de marketing bem impactante.

Eles instalaram diversas máquinas automáticas em lugares diferentes da cidade, ofertando camisetas por apenas 2 euros.

Porém, ao começar o processo de compra, as pessoas foram surpreendidas com algo que não esperavam, que, consequentemente, fez elas não comprarem. Confira o vídeo:

Bacana, não?

Vi no Awebic.

34 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 10 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.
Post criado 2687

Um comentário sobre “Máquinas automáticas vendiam roupas por apenas 2 euros, mas ninguém quis comprá-las!

  1. ora mas as roupas caras também são feitas por escravos chineses , taiwaneses, chilenos (varias marcas brasileiras fazem isso) mas se você quer realmente ajudar pode comprar camisas de 3.000,00 da Channel ou Louis Vuitton que são realmente feitas a mão por europeus ou americanos e que recebem salários dignos de um bom costureiro. comprar no Aliexpress não é crime como também comprar na channel não é, a diferença é a divisão do pão.

    e a pergunta seria qual o preço justo de uma camiseta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
A importância do Setembro Amarelo O Pop-Punk está voltando à moda! PEÇAS QUE AS MULHERES ODEIAM NOS HOMENS Old Money: A estética ‘Rico Vintage’ Truques de estilo para homens gordinhos