moda-adolescente

Essa fasezinha é difícil hein, minha gente. De crianças a adultos. Meio perdidos em vários aspectos e principalmente na moda. Geralmente buscamos referências em amigos, turmas, artistas e cantores.

É a fase do conhecer, do descobrir e de encarar coisas novas. Só que no meio do caminho podemos ficar perdidos, errar ou nos ter como inspirações pessoas que são boas como referência de estilo. E está tudo bem, cada um se veste como quer, mas se você se preocupa desde cedo com o que usar, bora se ligar nessas dicas que vamos dar.

Roupa possui idade, sexo ou classe social

Se existem regras é porque um dia alguém convencionou que aquilo deveria ser assim. Mas devo segui-las?

Óbvio que há certas ocasiões que sim. Por exemplo, já vi muitos formandos de 9ª ano e 3º do ensino médio repudiando o uso de costumes ou smoking em formaturas, casamentos ou baile de debutantes. Nesses casos, o evento pede e espera que se siga as regras (o dress code já vem no convite).

Mas no dia a dia, por favor, não se prenda. Seja você. Independente de idade, classe social ou sexo, use roupas que você gosta, de acordo com as atividades que você exerce no dia a dia.

Posso ter 60 anos e usar algo mais despojado, porque sou publicitário, ou aos 16 só usar roupa social, porque exerço uma função que pede uma vestimenta mais formal.

look-jovem-masculino

Essa questão do estilo já nos leva ao tipo de roupa ideal.

A regra de ouro que vale para todas as idades

Look básico

Um homem mal vestido, em primeiro lugar, é aquele que caga para o caimento das peças. E não podia ser diferente com os adolescentes. Geralmente essa é a época que gostamos de usar peças maiores, do tipo over.

Moletons compridos, jaquetas gigantescas e calças caindo.

Molecada, peça oversized foi projetada para isso. Não é usar P e comprar G.

Como eu sei que é oversized? Porque ela apesar de maior, ela tem as costuras no devido lugar. O cavalo da calça está no lugar certo, as costuras do ombro idem. Ou seja, as proporções são diferentes, mas não demonstram que você está usando uma peça maior que o seu tamanho.

camisa-xadrez-oversized-chelsea

Nessa época as coisas são meio difíceis, estamos nos desenvolvendo e, ás vezes, nem tudo cai bem. Mas usar peça menor ou maior não rola, o ideal é na numeração correta para valorizar as nossas medidas.

Estilo é para poucos

look-basico-detalhe-calca

Essa é a época que mais podemos ousar no estilo e nos diferenciar. Muitos ainda não trabalham e não precisam ficar se preocupando com o que usar em função do que os outros vão pensar. Então dá para botar o que quiser de roupa, deixar o cabelo crescer, pintar as unhas… Ser uma pessoa ímpar no estilo.

Seja você, em primeiro lugar, use o que te faz bem, que combina com suas vontades e deixe seu estilo se formar

Cuidado com exageros

jovem-estiloso

Sempre falamos para você valorizar o seu estilo e usar o que quiser, mas cuidado viu. Misturar muitas coisas pode ser um erro e acabar com seu estilo. Vamos ter bom-senso e equilibrar as peças.

Olhar combinações de cores, tecidos, padronagens e tipos de peças, não faz mal de vez em quando. Dá para ousar? Dá sim, mas nem tudo é possível.

Muitas vezes misturar peças dá um ar de rebeldia, liberdade e até cool. Mas há outros tipos de peças que quando juntadas ficam bregas, soam estranho ou não têm nada a ver.

Por isso, para não se perder busque referências em pessoas que se vestem bem, em apps para isso (Pinterest) ou em celebridades que ditam tendências. É assim que se faz quando se está na dúvida.

Básico mas com estilo

Bom, molecada esperamos que tenhamos ajudado mega a vocês melhorarem o estilo de vocês e que, apesar de vocês manterem o estilo próprio de cada um, essas dicas permitam que vocês estejam sempre bem vestidos. É isso ai, qualquer dúvida estamos aqui, demorou?






Comente com o seu perfil do Facebook:

Escrito por Diogo Rufino Machado
Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.