mens_balenciaga

Segundo Virgil Abloh essa é a década em que o streetwear terá uma baixa e que nós vamos assistir ao retorno da alfaiataria. Ele até nos deu uma amostra disso, com o lançamento de um híbrido de sapato com tênis, chamado Half Half, pela Off-White.

Marcas como a Balenciaga e a Supreme teriam de se reinventar e mudar todo o seu estilo. Mas não é o que vem ocorrendo. Não, pelo menos para a Balenciaga.

Demma Gvasalia está ignorando isso com todas as suas forças. Tanto isso é verdade que ele fez o improvável e lançou uma coleção de camisas de futebol dentro uma marca de luxo.

balenciaga-camisa-fut

Ao pensarmos que camisas de futebol são repudiadas quando fora de estádio, Demma estaria contrariando quaisquer regras de moda. Camisa de futebol é uó, segundo os críticos de moda (mas eu quero ver o que eles vão falar agora?).

Demma, sempre acostumado a ser visionário e a frequentar os meios periféricos enxergou na peça uma nova forma de fazer moda. Das peladas para o luxo.

São 4 modelos com variações de brasões e cores, porém todas possuem o número 10 estampado, recortes gráficos e a logomarca da Balenciaga. Enfim, não bastasse a primeira polêmica, vem a segunda. É a camisa de futebol mais cara do mundo. Ela custa 595 euros, ou seja, aproximadamente R$3.900,00.

balenciaga-camisa-futebol

O que você acha disso? Será que teremos muitas pessoas aderindo? Não sabemos nem se elas serão comercializadas no Brasil, mas apostamos que a galera hypada vai querer usar.






Comente com o seu perfil do Facebook:

Escrito por Diogo Rufino Machado
Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.