Você sabia? Sapato de salto alto foi criado originalmente para homens!

Você sabia que o sapato de salto alto foi criado, em sua origem, para ser usado pelos homens?

Os primeiros sapatos de salto alto foram criados para os cavaleiros persas, para que eles tivessem uma melhor posição dos pés nos estribos durante as montadas.

Um desses calçados está em exposição no Bata Shoe Museum, em Toronto – Canadá.

E foi no fim do século XVI, quando a cultura persa se disseminou pela Europa, que os saltos altos começaram a invadir o guarda-roupa masculino. Nessa época, eles eram vistos como sinais de virilidade entre os homens. Nos séculos XVI e XVII os sapatos com saltos altos eram bastante populares entre os membros das classes mais privilegiadas. Um grande utilizador desse tipo de sapato foi o rei francês Luís XIV.

O monarca francês, para criar distinção entre nobres e plebeus, decretou que apenas membros da sua corte tinham autorização para usar saltos vermelhos como o dele.

E foi essa ideia que acabou virando referência para Christian Louboutin usar em seus sapatos, deixando a sola vermelha como sua marca pessoal.

Sapato de salto alto usado durante o Iluminismo.

Por volta de 1740, com algumas mudanças comportamentais e até governamentais, os homens deixaram de usá-los. E como as mulheres estavam em processo de luta por diferenciação, começando a fumar, cortando seus cabelos e lutando pelos seus direitos, elas começaram a usar algumas peças masculinas, dentre elas o sapato de salto alto.

Vivendo e aprendendo!

Guilherme Cury

34 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 10 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.

Deixe seu comentário:

Veja Comentários

  • Interessante... mais será que algum homem teria coragem de usar salto alto? Para nós mulheres já é tão difícil!! rsrs

    • Olá! Vou dizer por mim, (homem). Eu admiro e adoro usar salto alto. Há mais de 16 anos que uso, e fico chateado quando vejo mulheres que tem toda a oportunidade e facilidade da sociedade de poder usar um salto alto e não usam.

      Pena que regras do modismo separam vestimentas por gênero.
      Mas um dia tenho fé que isso acabe.
      Como antigamente as mulheres não podiam usar calça, e hoje usam calça, camisa social e tem até blazer social para elas.
      Um abraço a todos!

  • Mais um item originalmente masculino que as mulheres 'tomaram posse' de tal modo que gera comentários como o da "Vibrador Feminino" acima. Ou seja, como se os ditos saltos tivessem sido criados para elas e exclusivamente para elas.

  • ANTIGAMENTO AQUELES QUE NÃO TINHAM TELEVISÃO IAM ASSISTIR NOVELA NA CASA DO VIZINHO,
    TODO MUNDO ADORAVA NOVELA E NÃO PERDIÃO NENHUM CAPITULO.

    eu soltava pipa ate 3 horas da madrugada...

  • O sapato de salto alto feminino como moda é atribuído a Catarina Médici que usou pela primeira vez quando se casou com o duque de Orleães, posteriormente rei da França. Catarina era uma mulher de baixa estatura comparando-se ao duque e, desta forma se sentia insegura ao se postar junto ao noivo e futuro marido. Decidiu então, procurar o artesão italiano Constatine Coccinelle para encomendar o sapato com salto que usou em seu casamento, deixando-a mais alta e mais elegante. É mais do que uma assinatura, foi o legado de Coccinelle deixado para a posterioridade especialmente para as mulheres que amam sapatos. Apenas o talon rouge (salto vermelho) era usado nessa cor até então, o restante do solado do calçado era de outra cor. O vermelho representava poder e nobreza, assim, Constatine Coccinelle introduziu pela vez primeira o solado vermelho na composição com o salto alto feminino por ele criado. Atualmente, em versão moderna, o solado vermelho é atribuído a Christian Louboutin. O salto feminino criado por Coccinelle virou moda na aristocracia francesa, passando a figurar como marca de privilégio social.

  • Em 1533, depois que os homens já começaram a usar saltos de novo, a esposa diminutivo italiano de Henrique II, rei da França, Catarina de Medici Rainha ", encomendou um par de sapato com salto alto ao artesão sapateiro de nome Constantine Coccinelle, para poder estar numa maior altura e, assim, estar mais segura ao lado de seu futuro marido. Constantine Coccinelle foi quem produziu o primeiro salto-alto para o calçado feminino. Artesão italiano e criador do salto alto no calçado feminino. Nasceu em Florença na Itália em 24 de fevereiro de 1502 e morreu em 6 de novembro de 1583. Através de Constantine Coccinelle surgiu o salto alto no calçado feminino e com seu desenvolvimento chegou-se ao formato que atualmente conhecemos. A criação do salto alto nos calçados femininos existe mistérios de como surgiu, pois, no Egito antigo é considerado o primeiro local como factível para a existência de sapatos que originaria outros futuramente, mais próximos do que hoje consideramos sapatos de salto alto. Os formatos dos sapatos que hoje conhecemos ganharam popularidade quando passaram há serem usados por cavaleiros, tanto homens quanto mulheres, que os usavam para equitação. Em seguida, o salto simples para equitação deu lugar a saltos mais finos, tornando-os mais elegantes. O sapato de salto alto feminino como moda é atribuído a Catarina Médici que usou pela primeira vez quando se casou com o duque de Orleães, posteriormente rei da França. Catarina era uma mulher de baixa estatura comparando-se ao duque e, desta forma se sentia insegura ao se postar junto ao noivo e futuro marido. Decidiu então, procurar o artesão italiano Constantine Coccinelle para encomendar o sapato com salto que usou em seu casamento, deixando-a mais alta e mais elegante. É mais do que uma assinatura, foi o legado de Coccinelle deixado para a posterioridade e, especialmente para as mulheres que amam sapatos. Apenas o talon rouge (salto vermelho) era usado nessa cor até então, o restante do solado do calçado era de outra cor. O vermelho representava poder e nobreza, assim, Constantine Coccinelle introduziu pela vez primeira o solado vermelho na composição com o salto alto feminino por ele criado. Atualmente, em versão moderna, o solado vermelho é usado por Christian Louboutin em suas criações, mas não podemos deixar de atribuir à Constantine Coccinelle a versão original. O salto feminino criado por Coccinelle virou moda na aristocracia francesa, passando a figurar como marca de privilégio social. Na tentativa de buscar a igualdade das classes sociais, em 1791, os saltos desapareceram com a revolução, visto que, no início daquele século o rei da França, Luis XIV havia adotado também em suas vestimentas e decretou que só a alta nobreza podia usar salto. Por volta de 1800, com variedade de modelos, os saltos voltaram como moda novamente e no final do século XIX, início do século XX o salto se populariza quando se consegue adaptações à sapatos mais confortáveis. As estrelas hollywoodianas contribuíram para dar fama e mais elegância aos sapatos de salto alto. No pós-guerra, em 1950, com a revitalização da moda, Christian Dior e o designer Roger Vivier desenvolvem o salto alto feminino criado por Constantine Coccinelle apresentando o salto agulha (ou estilete/“stiletto”), que parecia uma lâmina composta por uma estrutura de ferro. Em alguns prédios públicos chegou-se proibir a entrada com esse tipo de sapato devido aos danos causados no chão. Atualmente, em vez de representar a nobreza, os saltos remetem à sensualidade da mulher. Indicam estudos que um dos elementos que mais despertam a libido e o fetiche nos homens é o salto alto que são compostos numa infinidade de modelos e design, permitindo a moda que o consumidor faça uma variedade de combinações. Importante frisar que em todas as épocas, o salto alto deixa a mulher elegante, imponente e sensual.

Posts recentes

Como usar touca masculina em dias frios

Está bem frio, né! Também pudera, pois estamos no inverno. Já era de se esperar.…

% dias atrás

Aprenda a se vestir como os skatistas das Olimpíadas

O skate pela primeira vez se tornou esporte olímpico em Tóquio 2020. A sensação foi…

% dias atrás

Conheça a origem de algumas jaquetas que você usa

Durante o outono e o inverno, a primeira coisa que a gente pensa é em…

% dias atrás

Depois da vacina contra COVID, o que pode fazer?

Pfizer, CoronaVac, AstraZeneca... Estão circulando pelo Brasil várias vacinas de imunização contra a COVID-19. E…

% dias atrás

Os Prós e Contras da Harmonização Facial

Harmonização facial é tema em pauta. Tá na boca do povo mesmo. Muitos artistas estão…

% dias atrás

A História da Camiseta

Elas faziam parte da roupa íntima. Usadas como "segunda pele", as camisetas foram criadas para…

% dias atrás