Um cabeleireiro para chamar de seu

cabeleireiro homem como escolher barbeiro

Vocês provavelmente já devem ter ouvido várias vezes as mulheres encherem o peito para falar: a minha manicure, a minha depiladora, a minha colorista (a mulher que pinta), o MEU cabeleireiro.

E não é a toa, ou por possessividade, que isso acontece. Por alguma razão, os homens não tem essa mesma relação com os profissionais que cuidam da estética, mas é importante sim para vocês também terem o SEU cabeleireiro(a).

Por que? Porque quando a pessoa te conhece, ela tem liberdade para sugerir cortes que se adaptem melhor ao seu rosto, além de poder falar que vai ficar RI-DÍ-CU-LO o corte que você quis fazer. Ao mesmo tempo, o profissional também vai entender como seu cabelo “funciona”, ou seja, como ele reage a certos produtos, cortes, qual a textura que ele tem e o que fica melhor em você.

Como escolher?

Leve em conta:

1.  Experiência (observe se tem certificados pelo salão)

2. Organização e limpeza do salão (faz parte de um bom profissional estar com tudo em ordem e arrumado)

3. Pontualidade (afinal time is $$$)

4. Observe se ele te dá opções e sugere algo. (fuja daqueles que só querem cortar seu cabelo e que venha o próximo)

5. Preço (um salão muito caro às vezes não quer dizer nada)

Também vale muito a velha e boa indicação de amigos. Viu alguém com um corte legal? Não tenha vergonha e pergunte onde ele corta o cabelo.

Vale lembrar também que, não se acerta na primeira, na segunda, na terceira vez. As vezes é no 15º  que a gente acerta. E que as vezes, o cabeleireiro do seu amigo não é bom para você. O negócio é se arriscar.

Fiquei curiosa para saber se os leitores tem alguma relação com seu cabeleireiro… como vocês escolhem, se vão sempre no mesmo, se cada dia vão num lugar, se cortam com frequência. Contem tudo nos comentários!

Post criado 177

12 comentários em “Um cabeleireiro para chamar de seu

  1. Atualmente estou sem cabelereiro definido, estou na fase da procura, ja passei por 3 e não me adaptei, o meu cabelereiro foi embora depois de 7 longos anos, tenho uma tia que corta, mas ela é especialista em cabelo feminino e não consigo me adaptar muito bem, mas como vc disse, os amigos sempre ajudam, e um ja me indicou outro que diz ser muito bom… esse mês eu faço o teste, e se lembrar eu posto aki pra dizer se gostei ou não.

  2. Quem tem relação com o cabeleireiro é a minha mulher. Eu tenho relação com meu BARBEIRO; e com o meu BARBEIRO eu corto o cabelo há 20 anos. Custa R$13 e ele sabe exatamente o que eu quero. Nada de ficar inventando moda, só conversamos sobre futebol (eu sou flamenguista e ele, vascaíno).

  3. Quando morei em São Paulo, cortava os cabelos a cada 4 meses na Pompéia. Desde que me mudei para o Rio, há 2 anos, eu corto sempre uma das duas cabeleireiras que trabalham comigo, também a cada 4 meses.
    Quando os cabelos são bem cortados, não há necessidade de voltar todos os meses, como a maioria dos homens faz.

  4. Sou mto feliz com o MEU cabeleireiro! infelizmente ele tá super velhinho e pode morrer a qualquer momento, mas é tesoura de ouro e ainda chama de “barbearia” o local, com aquelas cadeiras geniais onde ele faz barba de colegas das antigas com aquela pasta que passa com pincel e a navalha crua. O cara é bom! rs

  5. Já cortei uma vez o cabelo com um traveco, não quis ser preconceituoso e testei pra ver se rolava. O cara desgraçou tudo, deixou um lado 3x maior q o outro e eu tive q pagar em outro lugar pra que tentassem consertar. Voltei ao velho preconceito! rsrs bons mesmos são os cabeleireiros macho das antigas!

  6. Meu preferido é o Magalhães, do L’Ekip de Macaé (RJ), atual Magalhães Coiffeur. Dica pros que moram aqui. Fica no Macaé Shopping.

    Já passei por vários, mas de fato, nenhum é tão bom como aqueles cabeleireiros que você chama de PROFISSIONAIS, são especializados em tudo, nos melhores centros do país, e usando da vasta experiência em visagismo, cortam seu cabelo de um jeito que fica perfeito; por mais que o cabelo cresça e cresça, não perde o corte, sempre muito bonito!

    Cabelos lisos e ondulados, recomendo procurarem um bom profissional assim, pois deixa seu cabelo com excelente caimento. Há sempre zilhões de cortes a serem feitos, sempre valorizando o seu rosto e estilo.

  7. olá pessoal!

    me chamo jader, sou de blumenau e atualmente moro em dublin, na irlanda.

    eu amoo meu cabelo e durante vários anos tive um cabeleireiro que sabia exatamente o que fazer no meu cabelo, pois a partir do momento que o profissional conquista minha confiança, ele poder fazer TUDO no meu cabelo!

    eu adoro mudar o corte, a cor e não tenho muita paciência para ficar horas esolhendo. por isso confio em um profissional que está por dentro da “moda para cabelos” e que não me deixe com cara de idiota.

    depois de penar muito na mão de quem não tinha muita noção do que estava fazendo no meu cabelo, aqui em dublin, eu encontrei um cara muitoooo bom! ele se chama tiago e eu adoro tudo o que ele faz em mim! a cada mês ele faz uma coisa diferente e eu meus amigos adoram!

    acho que o importante é escolher um profissional com experiência e bons certificados (o caso do tiago!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Coisas “Femininas” Que Os Homens Estão Usando 5 Dicas Para Parecer Mais Velho Gel, Cera, Pomada, Spray: Qual usar? As tribos e estilos do TikTok A importância de ter um ícone de inspiração!