Hollister é tão brega que até sua história é falsa!

Apesar de já ter visto algumas peças bacanas (quando a marca aparece de forma sutil em uma peça básica), eu sempre achei a Hollister cafona. Ah sim, a sua irmã gêmea Abercrombie & Fitch também!

E o melhor de tudo foi descobrir que além de cafona, a marca é mentirosa.

É isso mesmo, segundo o The New Yorker a história contada pela Hollister é tão falsa quanto algumas camisetas que muitos brasileiros desfilam por aí depois de comprarem na barraca de camelô.

Hollister

Para quem não conhece, a história contada pela Hollister é a seguinte:

Tudo começa com John M. Hollister, um jovem aventureiro, que passou a infância nadando e surfando nas praias do estado americano do Maine. John se formou na faculdade de Yale, em 1915, e, não querendo ter uma vida como a do seu pai em Manhattan, Nova York, seguiu em 1917 para as Índias Orientais Holandesas, localizadas na Ásia. Lá, comprou uma plantação de borracha e acabou se apaixonando pela filha do proprietário, chamada Meta. Após vender a terra, John e Meta compraram um veleiro e navegaram pelo Oceano Pacífico, a fim de conhecer o trabalho de artesãos locais.

O casal desembarcou em Los Angeles, em 1919, e um ano depois tiveram um filho, John M. Hollister Jr. Algum tempo depois mudaram-se para Laguna Beach, onde abriram sua primeira loja de artesanato do Pacífico, em 1922. Depois de crescido, o filho tomou as rédeas do negócio, incluindo roupas e equipamentos de surf. A loja ganhou popularidade com o passar do tempo, tornando-se uma marca reconhecida mundialmente.

A marca Hollister Co. é então comercializada como se tivesse sido fundada em 1922, data que se encontra nos rótulos e etiquetas dos produtos. Porém, tudo não passa de uma cascata, uma invenção do fundador da marca, Mike Jeffries.

A Hollister, criada pela Abercrombie & Fitch, na realidade surgiu no ano 2000. Sua primeira loja foi aberta em julho daquele ano no Town Center Easton, em Columbus, Ohio.

A marca, muito presente no guarda-roupa dos adolescentes americanos, ainda é acusada de ter usado o nome da cidade Hollister, do estado da Califórnia, o que deixou os habitantes do município enfurecidos.

Hollister

Não adianta chorar! Além de cafona virou mentirosa.

Vi a notícia no site da Exame.






Comente com o seu perfil do Facebook:

Escrito por Guilherme Cury
33 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.