johns-crazy-socks-negocio

Eis mais um bom exemplo de como tudo é possível nessa vida, mesmo para alguém que, aparentemente, possa ter uma deficiência ou distúrbio genético, como a Síndrome de Down.

O jovem John Cronin, ao fazer 21 anos, resolveu que iria abrir uma empresa e pediu o apoio de seu pai.

Ao refletirem sobre qual negócio que eles deveriam empreender, eles lembraram que John sempre gostou de usar meias divertidas e criativas. E como o mercado já estava se abrindo para esse tipo de peça, foi esse o negócio que eles resolveram mergulhar de cabeça.

A John’s Crazy Socks tem pouco mais de 1 ano e já faturou mais de US$ 1,4 milhão! Além disso, eles contam com edições especiais para arrecadar fundos para instituições como a Associação Nacional da Síndrome de Down e a Sociedade de Autismo da América. Mais de U$30 mil dólares já foram doados para instituições de caridade!

johns-crazy-socks

O sucesso foi tão grande que até o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, que é famoso por usar meias divertidas, já virou cliente da marca!

Justin-Trudeau-chewbacca

A loja online hoje conta com cerca de de 1,4 mil modelos diferentes de meias, com estampas e cores variadas.

E olha que bacana! Todo pedido é enviado no mesmo dia e sempre vem acompanhado com doces e um bilhete de agradecimento escrito à mão. E se o endereço for perto, o próprio John vai entregar as meias pessoalmente.

meias-john

Sensacional, não?

Escrito por Guilherme Cury
30 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.