cachecol-estilo-homem

O nome “Cachecol” é de origem francesa e une duas palavras que explicam o uso do acessório: “cacher” (esconder ou ocultar) e “col” (colarinho ou pescoço). Isso é, “esconder o pescoço”.

Segundo algumas pesquisas, a Roma Antiga foi o berço do cachecol. Usados originalmente pelos homens em torno de seu pescoço ou amarrado a sua cintura, nos dias mais quentes, os soldados romanos, I a.C., com o intuito de se refrescar, usavam um pano molhado chamado “focale”, amarrado ao pescoço.

Logo as mulheres começaram a usar os lenços, que eram feitos de pano ou de seda, e desde então o acessório foi moda entre as mulheres.

soldado

Alguns historiadores dizem que durante o reinado do imperador chinês Cheng, cachecóis de tecido foram usados para identificar os agentes ou o posto de guerreiros chineses.

Por volta do século XVII, na Croácia, cachecóis também foram usadas pelos soldados de todas as patentes. A única diferença era que os oficiais usavam cachecóis de seda, enquanto as outras patentes tinham que usar de algodão. Os cachecóis do homens eram também chamados de “gravatas” (do termo croata kravata).

cachecol

Desde então o cachecol tornou-se um acessório de moda usado tanto por homens quantos mulheres em todo o mundo, combinando perfeitamente com looks formais ou casuais.

Escrito por Guilherme Cury
30 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.