Topman Design e sua insistência nos anos 70

A semana de moda de Londres começou e a Topman Design foi escolhida para abrir a fashion week. E já abriu com chave de ouro mandando o mesmo recado da temporada passada: os anos 70 estão com tudo e voltaram para a moda masculina de vez. Na temporada de verão passado eles investiram pesado em estampas de flores multicoloridas, calças jeans com modelagem boca de sino e até elementos bem característicos da época como as armações dos óculos e até as bolsas/ mala. A coleção parecia ter saído de outra época direto para a passarela da Topman e se você não lembra, a gente refresca sua memória:

TopmanSpring

Dessa vez a coleção é outra. Trata-se do inverno 2016 (pois é, já estamos lá!), mas o conceito continua o mesmo e parece que a marca quis dar continuidade à história dos anos de paz e amor. Dessa vez, senti uma coleção menos figurino e mais vida, embora as as combinações ainda estejam bem característica. A ideia era mesmo essa: que as roupas parecessem ter saído de um disco dos Beatles ou do David Bowie direto para as araras das lojas. Eles investiram pesado em todos os elementos 70’s, ainda mais que na coleção anterior. Ternos com lapelas pontudas, calças sociais com o comprimento mais encurtado, casacos de lã, jaquetas curtas com aplicações e até gola rolê (quem diria, heim) e ponchos com franja.

TopmanSpring2

A beleza não ficou de fora e os cabelos ganharam franja escorrida e volume na parte de trás, que lembraram alguns astros do rock que fizeram história na época. Diferente do que se pensa dos anos hippies, a coleção dessa vez pouco tem a ver com o Woodstock, que surge inevitavelmente em nossa cabeça quando falamos de anos 1970. Dessa vez, a Topman escolheu contar a história através de peças elegantes e combinações bem pensadas, mostrando o lado “fashion” que época guardou.

Para quem deseja coisa nova para as próximas estações, já pode se inspirar nas combinações e cores que a fast fashion britânica levou para as passarelas nesse início de 2015.

Blogueiro e designer de moda. Também escreve no Sem Geração.
Post criado 142

4 comentários em “Topman Design e sua insistência nos anos 70

  1. Mas a Topman daqui, ultimamente, só tem vendido coisas toscas e muito básicas. Eles têm que vender coisas básicas sim, mas quem vai comprar na Topman, geralmente quer coisas diferentes, até porque o básico é ótimo, mas não pode ser o carro chefe deles, já que outras lojas brasileiras conseguem vender o básico pelo preço de básico, o que não é muito o caso da Topman, que importa tudo.

  2. Pode ser tendência (será mesmo?), mas acho a moda setentista exagerada e meio feiosa – calças boca de sino são meio medonhas, sei lá e o exceço de estampas tb me deixa aflito. E como a moda de roupas e acessários anda junto com a de cabelos, não é isso que vemos lá na gringa, pelo contrário: a onda de barbas e as mais diferentes variantes dos cabelos undercut está mais forte e viva do que nunca e ela tem pouco a ver com a moda andrógina dos anos 70 (a não ser os bigodes, mas isso é outro departamento). Por isso, acredito que tanto o visual comportadinho, de silhueta ajustada, quanto a descontração hipster ainda vão reinar por um bom par de anos, antes que a moda setentista ”pegue”, o que eu duvido, porque raríssimamente estamos vendo isso lá fora.

Deixe uma resposta para Ignacio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Mulheres julgam homens pelos calçados Dicas de looks masculinos para o Natal Balm ou óleo, o que usar na barba? Que roupa usar na entrevista de emprego? O Antes e Depois de Jogadores Famosos