Os colares que estão em alta para 2021

Não sou nenhum exímio em história da moda, mas nem precisa ser para entender que colar masculino já fez parte da vestimenta do homem há muito tempo. Seja na pré-história com pedras, frutas e folhas. Na Idade Média, com joias. Com a burguesia, com ouro e prata.

Hoje é um item que divide opiniões, principalmente entre os próprios homens. Há quem curta, outros odeiam. Enfim… Cada um com a sua opinião. Certo mesmo é que o colar está aí e ele, como qualquer outro acessório, pode tanto valorizar seu visual quanto destruí-lo totalmente, caso você não saiba usá-lo ou mesmo encaixá-lo dentro do resto do look.

Como qualquer peça é necessário muito bom senso. Às vezes é até melhor evita-la a botar algo que fique chamativo, excessivo ou exuberante. Peças muito grossas, muitos brilhantes ou a profusão de peças (várias delas) não é muito legal. A menos que você queira realmente provocar a curiosidade do outro em virtude desse excesso. Até aí tudo bem.

Metais preciosos como prata e outro devem ser usados de forma discreta. Há certos looks que não admitem o uso de colares como ternos e costumes, por exemplo.

Correntes

Podemos falar de dois tipos aqui. Existem correntes que são em metais preciosos, como ouro e prata, e correntes em aço inoxidável. As do primeiro tipo, como já dissemos, devem ser bem discretas. Já as segundas, que estão bem na moda entre a garotada, são do tipo bem grossona, chamadas de grumet, que são aqueles elos entre um anel e outro.

A corrente é uma peça que paira entre os mais diversos looks, sejam formais ou casuais. Por serem verdadeiramente peças de street style em certas ocasiões casam muito bem com peças chamativas, coloridas e estampadas.

O tamanho varia entre a altura do pescoço e o peito.

Dog Tags

Dog tags (etiqueta de cachorro, tradução livre) são aquelas correntes estilo militar que possuem um ou dois pingentes retangulares com escrita ou não (chapas de identificação) que ficaram populares após a segunda guerra mundial.

As chapinhas criadas para a guerra, permitiam saber algumas informações de soldados que estavam machucados. Hoje, elas não passam de meros acessórios de estilo.

De materiais naturais

Os colares de pedras, dentes de animais, sementes ou folhas, ficam bacana apenas com um estilo despojado. Não casam bem nem com todos estilos casuais, quem dera com formais.

Esse tipo de colar é a cara do verão, do espírito livre, de ambientes externos. Há algumas peças mais sofisticadas que dão um ar de requinte e uma diferenciação em certos looks. Mas essa combinação exige um pouco de conhecimento de moda e nem todos conseguem atingi-la.

Os pingentes nunca saem de moda

Já até tratamos de um tipo de pingente aqui (dog tags), mas não dá deixar os demais tipos de pingente de fora desta. Vira e mexe, surgem novos tipos de pingentes por aí. A vez é do cadeado.

Mas já tivemos cruzes, balas (de revolver) e outros tantos mais. Na real, tirando as correntes e os colares de pérolas, todos os colares vêm acompanhado de pingentes.

Colar composto

Há marcas que já estão vendendo 2 ou 3 colares juntos, mas nada impede de você comprar separadamente e botá-los (usa-los) juntamente. Quanto você os compra em conjunto não têm muito erro. Um designer os criou para combinar ou eles, no mínimo, caminham bem juntos. Não há muito que se preocupar.

Agora se você bota tudo da sua cabeça tem que tomar cuidado para não exagerar ou botar muitos materiais ou colocar peças formais com informais. Na realidade, tem que entender um pouco o que está fazendo.

Pérolas

O colar de pérola está super na moda. Com ou sem pingente. Na cor clássica ou colorido. E é um baita acessório de requinte, sofisticação e bom gosto. É um tipo de colar que entrou agora no gosto dos homens, mas que promete ficar ainda por um tempo.

Bom, nem todos vocês devem gostar desse tipo de acessório. Para os mais clássicos, pérolas e metais preciosos. Para os mais modernos, semijoias (bijuterias) com pingentes, de acordo com o estilo, o grupo e o gueto de cada um. Para aqueles que possuem uma vibe mais natureza peças naturais.

Bora, começar o ano já sabendo o que será tendência em termos de colares para 2021.

Diogo Rufino Machado

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.

Deixe seu comentário:

Posts recentes

Trocou seus produtos para pele e teve espinhas? Saiba o motivo disso!

Essa é uma dúvida que muita gente tem... Poxa, troquei meu produto para a pele…

% dias atrás

Como usar touca masculina em dias frios

Está bem frio, né! Também pudera, pois estamos no inverno. Já era de se esperar.…

% dias atrás

Aprenda a se vestir como os skatistas das Olimpíadas

O skate pela primeira vez se tornou esporte olímpico em Tóquio 2020. A sensação foi…

% dias atrás

Conheça a origem de algumas jaquetas que você usa

Durante o outono e o inverno, a primeira coisa que a gente pensa é em…

% dias atrás

Depois da vacina contra COVID, o que pode fazer?

Pfizer, CoronaVac, AstraZeneca... Estão circulando pelo Brasil várias vacinas de imunização contra a COVID-19. E…

% dias atrás

Os Prós e Contras da Harmonização Facial

Harmonização facial é tema em pauta. Tá na boca do povo mesmo. Muitos artistas estão…

% dias atrás