Mix de estampas dos anos 90 vivem um revival

Não é de hoje que estamos falando sobre “revivals” na moda. Sim, são buscas nostálgicas não tão longínquas. Também pudera, né? Já pensou em reviver as anáguas do começo do século XX ou os espartilhos da idade média?

Para nós, por questões de tempo, local e cultura, ficou inconcebível resgatar peças muito antigas na moda. Por outro lado, não há muito que se inventar. Nas passarelas já vimos de tudo possível e imaginável. Por isso, a moda tem passeado por uma linha cronológica que veio dos anos 60 até chegar aos anos 2000.

Dos anos 90 fomos buscar mais uma inspiração. De lá trouxemos para o nosso inverno um mix de estampas. Misturar estampas não é para qualquer um. Segurar um look desses é para poucos. Pois não falo aqui de misturar estampas nas mesmas cores, em preto e branco ou com cores complementares. Vixxxxxi, se já é difícil fazer essas misturas e cair bem, imagine fazer outros mix diferenciados?

Tratemos aqui de uma miscelânea que a Prada sabe fazer muito bem e que poucos conseguem segurar ou sustentar um look desses. Sim, não é algo fácil para ninguém nem para todos usarem. Queremos bater coisas bem distintas no liquidificador sem parecer o Falcão ou Elke Maravilha. É ousadia pura e ao mesmo tempo estilo. Poucos vestem. Quase ninguém sustenta. Quem consegue usar se destaca.

As misturas do momento consistem em chamas da “Hot Weels”, “flores havaianas” (na releitura em preto e branco) justapostas a tons terrosos e de areia (típicos de inverno), xadrezes, grafismos e listras. Bem diferentão, não é mesmo?

Por incrível que pareça as cores não se casam, muito menos as estampas e idem as peças. Porém no final o resultado não fica nada mal nem nada esteticamente horrível aos olhos.

Estamos falando de uma estética bem anos 90, não só nas estampas mas também nos tipos de peças. Sabe aquela onda anos 90 de tudo mais folgadão e relaxado? São camisas largonas, bermudas mais compridas e folgadas da moda skater. Sim, essas peças vão dominar as estações frias.

Nos tecidos, os sintéticos dominaram a década. Logo, não podíamos deixar de citar que o náilon é o tecido da vez.

Se você tem personalidade e estilo para sustentar um look desses, já pode montar seu “lookinho” de inverno com mistura de peças. Quem se arrisca? Você acredita mesmo que teremos pessoas se vestindo assim nas ruas ou é apenas coisa de fashionista?

Diogo Rufino Machado

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.

Deixe seu comentário:

Posts recentes

Inspiração: Looks com Tênis Branco

O tênis branco acabou virando uma grande tendência na moda masculina. O grande diferencial é que ele…

% dias atrás

Camisa Dividida é uma tendência que vem para dividir opiniões

Que tal sair por aí com uma camisa que vale por duas? Essa é a…

% dias atrás

Dicas práticas para você usar gravata e não errar

Embora a moda hoje em dia seja cada vez mais sem gênero e peças de…

% dias atrás

Você sabe pra que serve o ganchinho que existe atrás da camisa?

Você já se perguntou por que algumas camisas têm um ganchinho na parte das costas?…

% dias atrás

Dicas de como passar ou não a roupa

Cara, passar roupa é um porre (pelo menos para mim). Então, quanto mais eu puder…

% dias atrás

Como conquistar mulher através da sua roupa

O seu visual conta muito no momento da paquera ou quando for para um encontro…

% dias atrás