Manorexia: A anorexia masculina

Ouvimos sobre distúrbios psicológicos e alimentares sempre com enfoque no publico feminino, mas os homens também podem sofrer de transtornos alimentares e no caso da famosaAnorexia para os homens ela foi intitulada como Manorexia.

“Manorexia” é o termo utilizado para designar a anorexia masculina e enganasse quem pensa que isso não exista, apesar da mulher se titulada como a mais preocupada com o corpo, os homens com o avançar das tecnologias e tendências tem sentindo essa cobrança na pele, principalmente modelos quando alguns editoriais exigem para o trabalho que o mesmo apresente baixo peso. Algumas tendências como a calça skinny e a alfaiataria superjusta que vemos em todos os lugares inspira homens a achar que devem emagrecer trazendo uma “neurose” dentro desse contexto. Nas araras, a mudança também é clara.

Um homem mais encorpado terá, segundo alguns vendedores, dificuldade em achar calças e roupas em muitas lojas. Pesquisas afirmam que a anorexia no sexo masculino é tão rara que afeta apenas 1 homem em cada grupo de 10 anoréxicos, mas apesar do baixo número o assunto vem preocupando pesquisadores da área. Pesquisas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos mostra que 25% dos casos de bulimia e anorexia atingem os homens, valor considerável.

Esse distúrbio é caracterizado pela falta da vontade de comer, há realmente uma recusa em se alimentar e quanto mais magro melhor, a pessoa se olha no espelho e nunca está magra suficiente, encontra gordura onde não tem e muitas vezes apesar de cadavérica se vê com altíssimo peso, ou seja, há uma compulsividade no desejo de emagrecer.

E nesse momento podemos voltar a uma de nossas primeiras matérias e perguntar: Até aonde um corpo magro, escultural que seja, ou um estereótipo que a sociedade impõe vale a pena em troca da sua saúde?

Precisamos nos atentar a essas características e sintomas, apesar que muitos que possuem esse distúrbios não aceitam e daí é necessário atenção daquelas pessoas próximas, esposa, namorada, família e amigos. Não é se considerar um doente e sim admitir que precisa de ajudar e procurar os profissionais capacitados para isso. Temos que entender que independente do nosso serviço, seja ele comerciante, professor, modelo, nosso organismo necessita de uma necessidade enérgica para sobrevivermos e isso será ofertado na forma de alimentos gerando energia. Quando esse deficit começa a ocorrer o organismo sente e depois pode ser tarde demais para reparar alguns danos tanto psicológicos quanto fisiológicos.

Post criado 26

19 comentários em “Manorexia: A anorexia masculina

  1. Ótimo texto e acho que cada vez mais homens deveriam estar cientes de tal fato.
    As vezes a gente acaba reclamando por uns quilinhos a mais, fazendo algumas loucuras,mas isso é um assunto sério.
    Os padrões de beleza masculinos se tornaram algo meio “fora da realidade” assim como o feminino, motivando o homem a tomar algumas atitudes drásticas, o lance é fazer com que todo mundo se sinta representado da melhor forma pra evitar tal acontecimento.

  2. olha, nao costumo comentar mas esse negocio de os padroes estao fora da realidade nao conta nao, acho que modelo tem que ter jeito de modelo (falo de homem e mulher) entoa tem que ser magra magro sim, gente comum tem que ter corpo comum, o que eu nao entendo è falarem que uma pessoa que è extremamente magra por genetica è taxada de anorexica. como a ann ward comia que nem doida e era magra por natureza, culpa dela? nào! ela tenta influenciar alguma coisa? nao!
    as pesssoas podiam entender que o falar que o normal è o mais cheinho sò faz quem è magro se sentir fora do padrao.
    o meio da moda è onde ser magro è legal
    entao vamos parr com isso de influencia da moda. Obviamente nao to apoiando a anorexia, porque como eu disse a maioria das pessoas com o jeito magro de verdade è naturalmente assim.

  3. Minha esposa é psicanalista cursando mestrado em transtornos alimentares na UERJ.
    Após consulta-la, confirmei o que eu já imaginava, não existe no âmbito profissional, nenhum termo para anorexia masculina, sendo usado o termo anorexia para ambos os sexos, Logo não existe este termo MANOREXIA citado no post.

  4. É engraçado isso aí de que o padrão para homem é de ser magro, eu não vejo assim, acho que o padrão masculino é o de malhado, e não é mais fácil achar roupa para magros, eu não sou nenhum magricela mas quando vou fazer compras levo o dia todo, muitas lojas não tem o meu tamanho, sempre fica muito grande, muito largo, a não ser em lojas de departamentos, mas nunca é a mesma coisa. Até na tv não se vê tanto cara magro assim, exceto pelo Fiuk que apareceu ano passado, fora ele não vejo muitos homens magros na tv não. Já quanto as roupas, eu só vou comprar agora uma calça skinny, porque consegui pegar um pouquinho de corpo, sem contar regatas, shorts e sungas que não ficam muito bem sobre uma magreza. Resumindo, não acho que a sociedade imponha a magreza masculina.

  5. Gosto de homens magricelos e acho que o padrão de beleza varia muito, tanto pra homens quanto pra mulheres. Já tive um caso com um cara anoréxico e era deveras complicado porque, na época, eu também estava no ápice da anorexia. Era muito difícil ajudá-lo ou incentivá-lo a se manter saudável, já que eu não estava procurando o mesmo para mim.
    Anorexia é uma doença séria que vai muito além da estética e deve ser tratada o quanto antes.

  6. Aos sabidões ai de cima mas um texto falando sobre a anorexia masculina, tratada sim entre os especialistas atualizados e conceituados como MANOREXIA: http://amoremnutrir.blogspot.com/2011/02/novos-transtornos-alimentares.html?spref=tw

    Se não vêem as coisas é por que se fazem de cegos, vai visitas hospitais pra ver e sua esposa Carlos deveria refazer o mestrado dela, não só pelo fato de não aceitar o termo Manorexia mas sim pela falta de ética de ficar criticando outros profissionais. Claro que anorexia será sempre anorexia, mas sim é utilizado termo diferente entre especialistas assim como que para a menopausa masculina é usada andropausa.

  7. Olá,

    Parabéns por seu Blog!

    Gostaria de convida-lo a conhecer o T3, um excelente lugar para divulgar seu Blog, pois no T3 Todos os links são Folow melhorando suas posições nas pesquisas e existem pessoas realmente interessadas no seu conteúdo.
    Venha Conferir o melhor da Internet todos os dias e divulgar seu Blog no T3.

    http://www.t3.tol3.net

    Grande Abraço e Muito Sucesso!
    T3

  8. Eu tenho anorexia e isso tudo é verdade. Mu nome eh Joao Pedro e desde de fevereiro do anos passado tenho anorexia cheguei a pesar 39 kg, hj estou com 49.8 e com 1.62 de altura, no começo era so perder 2 quilos mas com o tempo vc perde o controle.

  9. O problema é grave sim! E ao contrário do que o amigo ali de cima disse que é padrão do homem ser magro, existe uma enorme diferença entre ser magro e ser esquelético! Com essa nova tendência da música, virou “comum” recebermos no nosso consultório, adolescentes com todos os sintomas de anorexia! Entre a moda dos anabolizantes e a família Restart, é uma pena que nossos adolescentes não tenham um bom estado psicológico para decidirem o que melhor faz bem para eles!

    Sou a nutri responsável pelo blog Amor em Nutrir! Acessem para saber mais informações de saúde: htp://amoremnutrir.blogspot.com

  10. Quero sugerir que para melhorar suas reportagens, vcs corrigissem a digitação da palavra, “engana-se” que erradamente foi digitada assim:enganasse.
    Sem mais.
    Parabéns pela reportagem.

  11. Eu estou doando minha barriga e/ou 8 quilos indesejáveis, quem quiser passo meu fone, tem barriga e pneu, tá ? é um conjunto só, tipo um combo: levou um, pega o outro também sem direito a devolução.

  12. Eu já sofri de Manorexia aos 14 anos, saindo de um tratamento pra asma brônquica, do qual os remédios me deixaram bem inchado, sofria muito com a rejeição das pessoas principalmente na escola, tanto da parto das meninas quanto dos meninos. Quando esse tratamento entrou no seu estágio final, comecei a perder peso, logicamente por estar eliminando todo aquele líquido retido a anos no corpo. Mas foi aí que o distúrbio começou, ao ver que estava emagrecendo e ficando “melhor” ao meu ver, comecei a não sentir fome, ou enganar a fome com o sono, foram 13kg em pouco mais de 2/3 meses. E no espelho eu me via gordinho ainda sempre precisando perder mais. Foi uma fase difícil onde minha mãe foi incisiva em me formar a comer ou não teria mais os meu prazeres de sair, jogar video game, internet e outras coisas. Eu comia um pouco pra ter essas coisas de volta e assim foi com o tempo eu me conscientizando dos fatos. Quem sofre desses tipos de distúrbios nunca está 100% “curado”, porque ele é como um vício do álcool, você tem que se conscientizar todo dia do que é melhor pra sua saúde. Não nego que sou encanado com o corpo, mas minha encanação não é mais sobre o peso e sim sobre a gordura, da qual tenho repulsa até hoje, isso é fato.

  13. Tenho 12 anos,quando eu tinha de 10 para 11 anos tive Anorexia e só fui curado a pouco tempo,e o quê Marllon disse é verdade nunca se é curado 100% mas em comparação a antes estou bem melhor.

Deixe uma resposta para Pedro Paulo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
A importância do Setembro Amarelo O Pop-Punk está voltando à moda! PEÇAS QUE AS MULHERES ODEIAM NOS HOMENS Old Money: A estética ‘Rico Vintage’ Truques de estilo para homens gordinhos