Craftcore: Moda artesanal será uma das tendências para 2021

Primeiro, acredito eu que você tenha que saber o que é craftcore? E como é um assunto novo para muitos, cabe a nós explicar um pouquinho dessa tendência que ganhou muitos adeptos em 2020 e que promete ficar aí em 2021.

Craftcore seria a busca pelo artesanal. Que fique bem claro que isso é em tudo (não só na moda). Na alimentação, no vestuário, na mobília e no estilo de vida.

Dentro de uma pandemia, as pessoas dentro de casa e com tempo sobrando. Isso tudo favoreceu a aceleração desse movimento. Então, as pessoas passaram a fazer mais os alimentos que consumiam, como pães, queijos, iogurtes etc…

Se antes compravam tudo no mercado, passaram a cultivar alguns alimentos. Nem tudo se descartava mais e boa parte do que era consumido, passava a ser reaproveitado. Na decoração, as pessoas experimentaram a marcenaria, a cerâmica o crochê. E assim foi…

Mas o nosso negócio aqui é moda. E dentro dessa dona aí. Bordados, crochês, técnicas manuais e artesanais. Mas não só isso, QUE FIQUE BEM CLARO. Reaproveitamento, upcyling e reciclagem.

Até então era coisa para quarentener ver e ainda não tínhamos certeza de como isso ficaria entre designers, estilistas e marcas. Só que raspando em 2021 e as semanas de moda mundo afora já aconteceram, o mesmo vale para SPFW aqui no Brasil. Então, pudemos ter uma noção de como as coisas ficariam e dar o nosso pitaco.

E sim as semanas de moda só confirmaram o que já imaginávamos. Essa estética vem com tudo na moda para 2021. Se vem com tudo nós precisamos falar e você precisa conhecer.

Você deve estar pensando: “putsss, mas tudo ficou digital em 2020. Lives. Reuniões via zoom. Ensino à distância. Não tem nada a ver com essa estética aí.”

Porque cada vez a tela predomina, os apps surgem, temos menos contato com quem faz a comida que pedimos e até as lojas vendem via internet com catálogos virtuais.

Pois é, estamos tratando de algo bem paradoxal mesmo e que vai justamente de encontro a todo esse momento “internetê” que estamos vivendo.

Tanto aqui quanto lá fora. Pintura à mão, bordados, crochês e costuras manuais ganharam um mega destaque e notoriedade. E caí como uma luva aos momentos atuais, pois valorizar o local, o artesanal e o manual faz bem para economia, gerando empregos locais. Além disso, permite saber a procedência da peça. Se tem trabalho escravo ou não. Se gerou poluição ou não. A cadeia em si fica conhecida. O produto sai um pouco mais caro porque não tem nada em massa (nem descartável), mas para sociedade é melhor.
E sabe o que melhor é a ideia de upcycling da estética. Pois estávamos tentando incutir no consumidor até tempos que não há planeta que segure a bola do jeito que estava. Uma hora íamos sucumbir com tantos recursos sendo explorados assim. Reaproveitar é a palavra do momento.

Lá fora, Fendi e Chloè mandaram ver em peças artesanais. Por aqui, o Isaac Silva e João Pimenta foram os maiores expoentes dessa nova estética na SPFW.

Por isso, se está nas passarelas e nas casas, logo estará nas ruas. Então, não tem como você ignorar ou deixar passar batido. Se você curte algo artesanal ou feito à mão. Essa a hora de botar e ainda estar na moda. Atente-se ao craftcore.

Diogo Rufino Machado

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.

Deixe seu comentário:

Posts recentes

Como usar touca masculina em dias frios

Está bem frio, né! Também pudera, pois estamos no inverno. Já era de se esperar.…

% dias atrás

Aprenda a se vestir como os skatistas das Olimpíadas

O skate pela primeira vez se tornou esporte olímpico em Tóquio 2020. A sensação foi…

% dias atrás

Conheça a origem de algumas jaquetas que você usa

Durante o outono e o inverno, a primeira coisa que a gente pensa é em…

% dias atrás

Depois da vacina contra COVID, o que pode fazer?

Pfizer, CoronaVac, AstraZeneca... Estão circulando pelo Brasil várias vacinas de imunização contra a COVID-19. E…

% dias atrás

Os Prós e Contras da Harmonização Facial

Harmonização facial é tema em pauta. Tá na boca do povo mesmo. Muitos artistas estão…

% dias atrás

A História da Camiseta

Elas faziam parte da roupa íntima. Usadas como "segunda pele", as camisetas foram criadas para…

% dias atrás