Esta peça que (se Deus quiser) você usa diariamente, tem uma história um tanto quanto curiosa. Pra começar, segundo o Wikipedia: A palavra deriva de “cu”, de origem no latim vulgar culus que significa ânus e de “eca” do grego eco que significa domicílio.

exemplo mais antigo da roupa íntima masculina data dos homens das cavernas. São descritas por estudiosos com um longo pedaço de linho moldado como um triângulo com tiras nas pontas. Eram amarrados ao redor dos quadris e laçados por entre as pernas; depois, com as tiras, eram amarrados novamente nos quadris.

No século XII, com o desenvolvimento das armaduras de platina, as faixas de linho que eram usadas como proteção contra o metal áspero começaram a ser usadas pelos cavaleiros. Desde então, estes tecidos são considerados os reais antecedentes da roupa íntima masculina.

Mais tarde, as cuecas, freqüentemente amarradas abaixo dos joelhos com fitas ou alfinetes, encurtaram e foram costuradas. As roupas masculinas do século XVI eram tão brilhantes e coloridas quanto as femininas. Eram feitas de seda, tafetá e outros tecidos nobres, enquanto as roupas íntimas eram feitas de linho, pois era o único tecido lavável.

Na década de 1830, as roupas íntimas masculinas feitas de flanela e algodão se tornaram comuns e muito usadas. Após a Revolução Francesa, a aristocraciainglesa tornou-se o modelo da moda masculina. O que usavam eram roupas confortáveis e casuais.

Com exceção de ocasiões formais, os calções deram lugar às calças mais justas, acompanhadas de botas. Através dos séculos, alguns homens, principalmente os militares, usavam roupas íntimas parecidas com os corpetes que diziam facilitar a vida em tempos de guerra.

Em 1895, o catálogo das lojas Montogomery Ward oferecia roupas íntimas masculinas feitas de algodão e flanela, mas divididas em duas peças, nas cores cinza e o bem popular vermelho. Em 1908 as lojas Sears lançaram catálogos oferecendo corseletes masculinos para militares.

Os “shorts íntimos” foram as novidades que chegaram com o século XX. As cuecas passaram a ser fabricadas com tecidos e elásticos e se tornaram mais confortáveis. Ao contrário da roupa íntima feminina, que tem um aspecto mais sexy, o princípio da roupa íntima masculina é o conforto e a simplicidade, motivo pelo qual os shorts chamados “samba-canção” se tornaram muito comuns na década de 1980.

Na década seguinte a lingerie dos homens evoluiu e não está pautada só no slip (modelo tradicional), aceitou o calção de malha e todas as formas de produtos derivadas do esporte, como os modelos ciclista, boxer e shorts. Além das fibras e formato, a nova lingerie tem um corte bem estudado, com costuras invisíveis para não machucar.

Como vocês podem ver nestas três últimas imagens, o underwear masculino também já ultrapassou o conceito de apenas roupa de baixo e atualmente também é usado como item fashion e fetichista, assim como os femininos.

Erica Hans

Deixe seu comentário:

Veja Comentários

Posts recentes

Como cuidar do sapato social masculino

Tem gente, assim como eu (advogado) que tem de usar sapato social todos os dias…

% dias atrás

Bermudas masculinas que estão em alta

A temporada outono/inverno 2021 já começou no Hemisfério Sul e no Brasil. As temperaturas estão…

% dias atrás

Corte de cabelo para cada tipo de rosto

Apesar do corte de cabelo ser mais pautado no tipo de cabelo, o rosto também…

% dias atrás

Dicas de como disfarçar o nariz grande

Tem pessoas que possuem uma baita napa e que o nariz combina bem com o…

% dias atrás

10 Perfumes Masculinos Nacionais que são iguais aos Importados

Os perfumes nacionais, como já falamos várias vezes por aqui, estão evoluindo muito! Atualmente muitos…

% dias atrás

Combos de Outono para inspiração

Já estamos no Outono! Separei algumas fotos de combos masculinos para você se inspirar e…

% dias atrás