Categorias: históriaunderwear

A história da cueca

Pois bem, esta peça que (se Deus quiser) vocês usam diariamente, tem uma história um tanto quanto curiosa. Pra começar, segundo a Wikipedia: A palavra deriva de cu“, de origem no latim vulgarculu.[2]

O exemplo mais antigo da roupa íntima masculina data dos homens das cavernas. São descritas por estudiosos com um longo pedaço de linho moldado como um triângulo com tiras nas pontas. Eram amarrados ao redor dos quadris e laçados por entre as pernas; depois, com as tiras, eram amarrados novamente nos quadris.

No século XII, com o desenvolvimento das armaduras de platina, as faixas de linho que eram usadas como proteção contra o metal áspero começaram a ser usadas pelos cavaleiros. Desde então, estes tecidos são considerados os reais antecedentes da roupa íntima masculina.

Mais tarde, as cuecas, freqüentemente amarradas abaixo dos joelhos com fitas ou alfinetes, encurtaram e foram costuradas. As roupas masculinas do século XVI eram tão brilhantes e coloridas quanto as femininas. Eram feitas de seda, tafetá e outros tecidos nobres, enquanto as roupas íntimas eram feitas de linho, pois era o único tecido lavável.

Na década de 1830, as roupas íntimas masculinas feitas de flanela e algodão se tornaram comuns e muito usadas. Após a Revolução Francesa, a aristocraciainglesa tornou-se o modelo da moda masculina. O que usavam eram roupas confortáveis e casuais.

Com exceção de ocasiões formais, os calções deram lugar às calças mais justas, acompanhadas de botas. Através dos séculos, alguns homens, principalmente os militares, usavam roupas íntimas parecidas com os corpetes que diziam facilitar a vida em tempos de guerra.

Em 1895, o catálogo das lojas Montogomery Ward oferecia roupas íntimas masculinas feitas de algodão e flanela, mas divididas em duas peças, nas cores cinza e o bem popular vermelho. Em 1908 as lojas Sears lançaram catálogos oferecendo corseletes masculinos para militares.

Os “shorts íntimos” foram as novidades que chegaram com o século XX. As cuecas passaram a ser fabricadas com tecidos e elásticos e se tornaram mais confortáveis. Ao contrário da roupa íntima feminina, que tem um aspecto mais sexy, o princípio da roupa íntima masculina é o conforto e a simplicidade, motivo pelo qual os shorts chamados “samba-canção” se tornaram muito comuns na década de 1980.

Na década seguinte a lingerie dos homens evoluiu e não está pautada só no slip (modelo tradicional), aceitou o calção de malha e todas as formas de produtos derivadas do esporte, como os modelos ciclista, boxer e shorts. Além das fibras e formato, a nova lingerie tem um corte bem estudado, com costuras invisíveis para não machucar.

Como vocês podem ver nestas três últimas imagens, o underwear masculino também já ultrapassou o conceito de apenas roupa de baixo e atualmente também é usado como item fashion e fetichista, assim como os femininos.

Fonte: wikipedia

Erica Hans

Deixe seu comentário:

Veja Comentários

  • Corpetes que facilitavam a vida em tempos de guerra? Corseletes masculinos para militares?

    Não consigo imaginar como ou em que essas peças "ajudavam" os homens da época. Alguém poderia esclarecer para mim, por favor?

  • amo cuecas quantos mais diversificadas de cores e modelos...tenhu uma coleção mais de 400 imagina entaun...

  • Corpetes que facilitavam a vida em tempos de guerra? Corseletes masculinos para militares?

    Não consigo imaginar como ou em que essas peças “ajudavam” os homens da época. Alguém poderia esclarecer para mim, por favor?

  • Wagner, tambem sou louco por cuecas, estou fa de uma marca chamada New Captain, eu comprei na loja online http://www.newcaptain.com.br/shop, eles fazem cuecas de alfaiataria, muito chique, bem diferentes...me entregaram uma de cortesia pelo lancamento da loja, recomendo a voce, gato. bj

  • So not really on the same topic as your post, but I found this today and I just can't resist sharing. Mrs. Agathe’s dishwasher quit working so she called a repairman. Since she had to go to work the next day, she told him, “I’ll leave the key under the mat. Fix the dishwasher, leave the bill on the counter, and I’ll mail you the check. Oh, and by the way…don’t worry about my Doberman. He won’t bother you. But, whatever you do, do NOT under ANY circumstances talk to my parrot!” When the repairman arrived at Mrs. Agathe’s apartment the next day, he discovered the biggest and meanest looking Doberman he had ever seen. But just as she had said, the dog simply laid there on the carpet, watching the repairman go about his business. However, the whole time the parrot drove him nuts with his incessant cursing, yelling and name-calling. Finally the repairman couldn’t contain himself any longer and yelled, “Shut up, you stupid ugly bird!” To which the parrot replied, “Get him, Spike!”

Compartilhe
Publicado por
Erica Hans

Posts recentes

Tendências de Outono/Inverno da Gringa mas que já podemos adotar!

Há uns 3 anos os desfiles estavam retirando a questão das estações e as peças…

% dias atrás

Inspiração: Lenços e Cachecóis

Lenços e cachecóis são peças fundamentais para proteção contra o frio. Mas, além disso, também…

% dias atrás

A história da Jaqueta Bomber

A jaqueta bomber, que está fazendo um tremendo sucesso nessas últimas temporadas, tem uma história…

% dias atrás

O que pensa o HOMEM BRASILEIRO sobre MODA e BELEZA

Em seu aniversário de 11 anos, a revista GQ encomendou ao Instituto Ideia uma pesquisa…

% dias atrás

O fetiche na moda masculina está em alta

O que seria fetiche para você? Um pé, um tecido, uma fantasia. A palavra fetiche…

% dias atrás

Balenciaga lança tênis que parecem ter vindo do lixão (custa R$10 mil!)

Dessa vez Demna Gvsalia foi longe demais! A grife Balenciaga acaba de lançar uma coleção…

% dias atrás