A diferença entre Corte, Penteado e Finalização

Cabelo é assunto recorrente na nossa vida. Ou você tem. Ou não tem. Ou quer ter. Ou quer mudar. Ou quer pintar. Ou quer cortar. E dentro aqui do blog é assunto bem recorrente. Ora, falamos em fade, pompadour, side part, slick back…. Nós temos a noção que nem todos entendem bem o que seja cada um desses nomes.

E para compreender melhor nossos textos, nós demos paradinha dinha dinha para explicar alguns conceitos que vocês talvez achem que saibam e até saibam, mas se não souberem devem saber. E para os que sabem, é sempre bom reforçar.

Esses conceitos são primordiais no vocabulário de quem quer entender um pouco mais sobre cabelo. Vocês sabem o que é corte, penteado e finalização?

Corte de cabelo

O nome já diz tudo. Cortar o cabelo. O tamanho dos fios irá mudar. Pode ser uma mudança radical ou uma simples tiradinha. Você pode cortar na tesoura ou máquina.

O cabelo masculino tem grandes variações (cortes) na lateral e na parte de trás, que podem ser raspados ou não. A parte superior e da frente (franja) é o que determinam o tamanho do cabelo.

Os cortes masculinos são múltiplos: undercuts (laterais raspadas), cortes militares (com todo o cabelo baixo, ou seja, curtinho) e fades, que são os famosos degradês.

Não podemos nos esquecer que há homens que usam cabelo comprido. Nesse caso pode se fazer camadas, raspar laterais ou alterar comprimento.

Penteado

Antes de explicarmos o que é penteado, convém destacar que muita gente confunde penteado com corte de cabelo. Nem tudo que você pensa é corte de cabelo, pode ser apenas penteado.

Com o cabelo já cortado o penteado seria a etapa seguinte. É o que você faz com seu cabelo quando ele já está cortado.

Você pode pentear para os dois lados, para trás ou para frente. Mudar a divisão do cabelo.

Alguns exemplos de penteados confundidos com cortes de cabelo são: pompadour (aquele topetão) e black power (típico de quem tem cabelo crespo) ou top knot (coque de samurai).

Finalização

Bons cortes e penteados bem construídos dependem de boas finalizações. Quando você sai do barbeiro ou cabeleireiro é tudo lindo. Está tudo maravilhoso. Mas depois você tem que manter. A finalização é feita todo dia após cada banho ou para estilizar o penteado.

Cada cabelo, penteado ou corte requer um tipo de finalização, como sprays, pomadas, ceras, fixadores, géis e creme de pentear. Temos um post com essas dicas (confira aqui).

Cabelos enrolados precisam definir os cachos e de hidratação, por isso, recomenda-se o uso de cremes de pentear. Cabelos lisos e ondulados precisam fixar e de mais sustentação. Para topetes, ideal mesmo é o uso de fixadores. Para penteados desconectados, pomadas. Os cabelos oleosos requerem pomadas com efeito mate. Já penteados molhados ficam bem com géis.

E aí entenderam nosso glossário? Perceberam o quanto é comum errar quando se trata de penteado e corte de cabelo. Mas aqui nossos leitores são feras e não vão errar nunca mais nem esquecer essas 3 definições.

Diogo Rufino Machado

Ariano. Apaixonado por moda masculina e música eletrônica. Advogado. Jornalista de moda e blogueiro nas horas vagas.

Deixe seu comentário:

Posts recentes

Como potencializar a hidratação da pele

Na rotina diária de cuidados com a pele, a hidratação é um dos passos que…

% dias atrás

Corte de cabelo para cada tipo de rosto

Apesar do corte de cabelo ser mais pautado no tipo de cabelo, o rosto também…

% dias atrás

Glam Rock em Alta na Moda Masculina

A expressão glam rock é uma abreviação de glamour rock para designar um subgênero do…

% dias atrás

Inspiração: Looks com Listras

Já contamos por aqui sobre o surgimento das listras na moda, lembra? Se ainda não…

% dias atrás

49ª Casa de Criadores já tem data marcada e será em formato híbrido

O nosso celeiro de jovens talentos da moda soltou a data da próxima edição. Entre…

% dias atrás

Tendências de camisas masculinas para 2022

Já demos o start daqui nas previsões para o ano que vem. Já soltamos algumas…

% dias atrás