destaque-carnaval

Hoje milhares de pessoas vão sair de suas cidades para curtir o fim de ano com a família ou amigos. E como é um “feriado nacional” e que muitas pessoas aproveitam para viajar para grandes capitais ou lugares que gostariam de visitar durante o fim do ano, as estradas, rodoviárias e aeroportos ficam insuportáveis.

Sendo assim, para você estar preparado para enfrentar a viagem da melhor forma, aqui estão algumas dicas:

Carro ou Ônibus

As partes do corpo mais afetadas por uma viagem “terrestre” são: o pescoço, os membros inferiores (pés e pernas) e as costas. De acordo com ortopedistas, quando uma pessoa passa muito tempo sentada, a coluna e a bacia são forçadas para trás, o que pode causar dores nas coxas e nas costas, além de câimbras. Isso prejudica também a circulação: o sangue volta para o coração com mais dificuldade. Se você já tiver problemas nas costas, as dores tendem a piorar.

A posição correta é ficar sentado em um ângulo de 90°, com o encosto reclinado um pouco para trás. Para quem tem hiperlordose – quando a coluna fica mais para frente, causando um “buraco” nas costas – a sugestão dos ortopedistas é utilizar uma almofada de apoio.

O hábito de dirigir com uma carteira no bolso traseiro da calça também não é indicado, pois o volume comprime os músculos dos glúteos, podendo provocar dores na perna.

Além disso, para aliviar as dores ou mesmo impedir que elas apareçam, o indicado é fazer um alongamento dos membros inferiores e das costas antes de pegar a estrada. Já durante a viagem, é importante fazer uma pausa a cada duas horas para relaxar e fazer mais um pouco de alongamento.

Lembre-se de ter sempre uma garrafa de água no carro ou com você no ônibus, pois a próxima parada pode levar um bom tempo e é importante manter-se hidratado.

Avião

Nos aeroportos, os voos atrasados são comuns em épocas como essa e podem causar dores incômodas naqueles que pensam apenas em descansar.

De acordo com os ortopedistas, se o avião atrasar, é indicado não ficar parado até ocorrer o embarque. Passeie pelo aeroporto, ande um pouco. Se possível, tente manter as pernas elevadas, acima do nível do corpo, colocando a perna em cima da mala.

Já em viagens de avião de longa duração, quando a pessoa passa de seis a 12 horas sentada, aumentam as chances de ocorrer uma trombose nos membros inferiores, que é o entupimento agudo de veias e artérias.

Além da posição sentada, a diferença de pressão e a qualidade do ar influenciam na circulação do organismo. As pessoas mais sujeitas a sofrer algum problema são idosos, portadores de varizes, além de pessoas com má circulação nos membros inferiores.

Os médicos recomendam aos viajantes, principalmente os que enfrentam percursos longos, que tentem se locomover dentro do avião pelo menos a cada duas horas, para manter a circulação ativa e aliviar as tensões musculares.

Tente ir ao banheiro. Ou então fique de pé, que já ajuda. Principalmente na classe econômica, onde o espaço é menor.

Fazer um alongamento antes e depois da viagem também ajuda.

Alguns posts que podem te ajudar também:

Dicas para uma mala perfeita

Como Economizar Combustível

Na praia sem parecer Gringo

Boa viagem!






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.