Se você pegar um grupo de jornalistas apenas começando a aprender sobre o vinho (o Winettes), provavelmente não iria ficar muito surpreendido ao saber que eventualmente eles começam a descrever um vinho como se estivessem contando uma história dos contos de fadas. Ser um amador, como eu, fica difícil descrever um bom vinho do ruim. Porém andei tirando umas aulas e frequentando “wine tastings”. Meu pai também sempre diz “é a bebida dos Deuses” e cresci interessada em entender mais sobre essa bebida. Aprendi que homens têm paladares diferentes das mulheres para o vinho e que uma garrafa de qualidade não precisa custar caro.

couple-drinking-wine

Começando com algumas formas de descrever o vinho pra você que gosta de impressionar a mulher e torná-los mais identificáveis:

Ácido: é um vinho com muito ácido. Vinhos contêm ácidos, que variam em concentração. Todos os vinhos precisam de alguma acidez para manter o equilíbrio, mas se for muito o gosto do vinho azeda.

Agressivo: seria um vinho ácido suficiente para fazer suas gengivas formigarem ou com taninos em excesso, sensação de secura.

Amplo: descreveria um vinho pleno e generoso em sua boca.

Aromáticos: aplicado a um vinho com mais perfume, aromas, que normalmente você pode apreciar antes de realmente provar o vinho. Variedades de uva de origem dos vinhos aromáticos incluem Sauvignon Blanc, Riesling, Gewurztraminer, Muscat e os doces, são muito apreciados entre as mulheres. (vai a dica )

Adstringente: refere-se à áspera, alguns vinhos têm, geralmente causada por taninos, ácido ou ambos. A sensação de boca seca é forte, um chá preto forte iria deixar uma sensação semelhante. Alto teor de tanino produz seca.

Austero: seria um vinho sem sabor frutado e com taninos amargos, que deixam uma sensação áspera, rouca, alta acidez, ou ambos.

Amanteigado: é um cheiro e sabor que vem muitas vezes para os vinhos envelhecidos em barris de carvalho.

Porém muitas descrições engraçadas que saem por aqui entre conversas descontraídas são:

“É como um vestido que você usaria para a ópera.” Ou: “É como um lenço de veludo.”

Mas quando você diz: “este vinho é Marilyn Monroe apenas começando sua noite …” aí você começa a indicar que a noite vai ser boa mesmo.

“Ele é o vinho que você lembraria com carinho para o resto de sua vida”.

“Este vinho seria James Bond… em um smoking!” .

É uma maneira muito divertida se você gosta de ter um momento bem relaxante com a namorada, ou esposa. Quem aprecia e descreve um vinho com confiança se torna alvo de atração e consegue praticamente levar a conversa daí por diante…

Bem, você pode usar a imaginação. Mas em questão de o que os homens preferem aqui está uma lista de vinhos comparados em uma pesquisa recente aos gostos femininos em ordem decrescente:

Homens: “Médio” – Mulheres: “Péssimo”
8 – Hanwood McWilliam’s Riesling, Austrália, 2004, $ 11
7 – Zinfandel branco, Riverside (Foppiano), 2004, $ 6,
6 – Syrah, Sobon Estate, Amador Condado de 2003, US $ 14

Homens: “Estes são muito bons” – Mulheres: “Eles são fracos”
5 – Merlot, Canoe Ridge Winery, Washington, 2002, $20
4 – Pinot Noir, Elkhorn Peak, Napa Valley, 2002, $ 30

Homens: “Super” – Mulheres: “Eles são bons”
3 – Vouvray (Chenin Blanc), castelo de Montfort, Loire, Diageo Imports, 2004, $ 13
2 – Reynolds Chardonnay, Austrália, Trinchero Imports, 2004, US $ 8
1 – Old Vines Zinfandel, Sobon Estate, Amador County, 2004, $ 13

Seis dos oito vinhos estavam por volta de 14 dólares. A maioria das mulheres tendem a ser mais sensíveis aos sabores em excesso. Assim, um Zinfandel robusto, com 16% de álcool pode agradar os homens, mas as mulheres se sentem muito mais afetadas e o calor sobe rapidinho. Assim, os vinhos mais caros aparentemente contêm mais palato. Lembre-se também que você não tem que gastar tanto com o vinho se o jantar for de bom gosto e com o avanço da tecnologia vinharias produzem barris de ótima qualidade por um preço bem bacana. Muitos produtores brasileiros estão investindo já há alguns anos nesse setor e ainda conseguiu investir em novo tipo de espumante: o moscatel.

Aurora moscatel

Para quem não sabe, moscatel é um tipo de uva muito doce e saboroso, produzida no Vale do São Francisco – BA, e em outros países a uva tem outros parentes como a moscato, parecida, mas não igual. Você pode experimentar o moscatel da Miolo chamado TerraNova, da Salton e da Aurora, todos muito bons. No Vale do São Francisco – BA, a marca RIO SOL, que já ganhou prêmios e é exportada para 20 países é um dos lugares que um amador deve visitar. Em Bento Gonçalves e em Caxias do Sul, ambas cidades do Rio Grande do Sul, você pode visitar as fábricas e fazer degustações e aprender sobre a fabricação e consumo do vinho. Vale a pena se você gosta e gostaria de entender um pouco mais do vinho, uma das bebidas mais apreciadas no mundo.

E finalmente, um perito britânico foi perguntado qual o vinho preferido das mulheres. Depois de uma pausa considerável, ele respondeu: “Depende do seu vintage“… ou seja … não basta ter uma garrafa na mesa e um bom jantar, importante mesmo é o seu comportamento e saber o que está consumindo.

Mais dicas em breve… e bom fim de semana! (E claro, aprecie com moderação).






Escrito por Amanda Antunes