LEGO é uma marca que foi fundada na Dinamarca em 1932 e vem passando de avô, para pai e filho desde então. Atualmente é  comandada pelo neto do fundador chamado Kjeld Kirk Kristiansen (e eu que achava difícil escrever Bündchen ou Herchcovitch).

A palavra LEGO é a abreviação de 2 palavras dinamarquesas: LEG GODT, ou seja, PLAY WELL em inglês ou BRINQUE BEM em português. Quer saber uma curiosidade? Este brinquedo sobreviveu várias gerações sem mudar suas cores ou design, o que se altera constantemente são as diferentes formas de brincar com ele, sendo a criatividade que o torna sempre surpreendente e atrativo para o público.

Além de construir cidades, pontes e castelos, a marca tem se envolvido cada vez mais com a moda, você provavelmente já viu uma infinidade de produtos “montados”, como óculos, colares ou gravatas.

Um fã que levou muito a sério a brincaderia com LEGO foi o designer Jean Charles de Castelbajac, que criou uma linha especial com o tradicional relógio digital da marca Casio.

Ele não parou por aí e resolveu fazer um desfile de moda com direito a editora da Vogue americana, Anna Wintour, sentada na primeira fila. O vídeo poderia ser um pouco mais curto, mas os detalhes das roupas, modelos e convidados são incríveis.

Imagine que você vai na exposição feita de LEGO do artista Nathan Sawaya e quer tirar uma foto para guardar de lembrança. Simples, basta clicar com a sua câmera fotográfica feita de que?

Você tem vontade de aprender a tocar algum instrumento? Então monte um você mesmo!

Tá achando que LEGO é só para crianças? Veja que você pode estar errado ;)

Bastar digitar LEGO, você sabe onde, e ficará perplexo com tantos produtos que você nem sonhava existirem.

Ficou com vontade de brincar, mas não sabe onde encontrar? Então marque um happy-hour com os amigos no bar paulistano Ludus Luderia, sugerido pelo guia colaborativo Guidu. Lá é possível se divertir com vários brinquedos da sua infância, como o Banco Imobiliário, Pula-Pirata, War, Imagem & Ação, entre outros, tudo regado a cerveja e petiscos.

E aí, o que achou?






Escrito por Felippe Canale
Jornalista e produtor de conteúdo. Veja mais no site eaiconteudo.com.br.