O LollaPalooza 2014 aconteceu esse fim de semana e aqui vale algumas considerações da nossa cobertura sobre o segundo maior festival de música que acontece no Brasil.

Lolla0

O #LollaBR pela primeira vez teve sua localização alterada por conta da associação de “moradores” da região do Jockey Clube Paulistano não admitirem a pertubação urbana e sonora durante dois dias no ano, segundo fontes anonimas. Essa mudança nos levou ao Autódromo de Interlagos, lugar longínquo na extrema zona Sul de São Paulo e três vezes maior que o espaço anterior que tanto adorávamos, o Jockey Club.

mapa-lolla

Uma das primeiras preocupações foram o deslocamento, no primeiro dia fomos de carro e no segundo de transporte público, que nos surpreendeu…

PRIMEIRO DIA

Saímos de casa por volta das 13h00 para a tentativa de chegar no Lolla a tempo de ver algum dos primeiros shows, ingenuidade a parte, demoramos quase 3 horas para chegar até o ponto de encontro a estação de trem do Autódromo, que estava abarratoda de gente, conforme a orientação equivocada do festival que dizia que o deslocamento da estação para o local do show era de 800 metros, levamos cerca de meia hora até chegar no portão 9 (o principal) e o mais 20 minutos para chegar na entrada de imprensa, entre o portão 7 e 8, detalhe importante: havia pouca sinalização pelo caminho #ficadica.

Lolla1

Chegando no local, nos deparamos com a grandiosidade do espaço, o Autódromo de Interlagos que é bem conhecido pelas corridas, garantiu uma acústica excelente para dois dos três palcos: palcos Interlagos e Skol, mas nos fez andar/cansar muito, sem contar na distância de deslocamento de um palco para outro que em alguns momentos era impossível.

Dan Reynolds Imagine Dragons Lolla

Conseguimos ver o final do show de Julian Casablancas + The Voidz no Palco Skol, que foi preterido pela grande massa que foi ver o show dos estreiantes Imagine Dragons, que apesar dos problemas de som e telão conduziram as milhares de pessoas que assistiam no Palco Ônix muito bem, o show contou com os hits “On Top Of The World”, “I’ts Time”, “Demons”, “On top of the World” e finalizou com a mais famosa “Radioactive”, e ainda anunciaram uma pausa na carreira de apenas um disco – bem atipíco.

Thomas Mars Phoenix Lolla

Em seguida partimos para ver o Phoenix pela experiência e diversidade no Palco Skol que infelizmente competia com a iniciante dos palcos Lorde no Palco Interlagos. Sem ressentimentos pela escolha, o show dos franceses Phoenix foi incrível e vai ficar na galeria de shows inesquecíveis pra vida, pelo som da banda, pela energia do vocalista Thomas Mars se jogando pra galera em diversos momentos e pelas músicas “Lasso”, “Lisztomania”,”Rome”, “Armistice” do album Wolfgang Amadeus que levantaram a galera.

Trent Reznor do Nine Inch Nails Lolla

No fim de noite ainda vimos Trent Reznor do Nine Inch Nails fechar o dia com maestria.

:) Destaques do dia: Imagine Dragons e Phoenix.
:( Perdemos: Silva, Capital Cities e Lorde.

SEGUNDO DIA

Ellie Goulding Lolla

Nosso dia começou mais cedo com Ellie Goulding no Palco Skol, a cantora super animada levou a galera a loucura com sua animação e os hits “Lights”, “I Need Your Love” “Anything Could Happen” e “Burn”. Seguindo o programado na medida do possível Vampire Weekend e seu melhor album do ano Modern Vampires of City, divertiram a galera com hits “Holiday”, “Hannah Hunt” e “Diane Young”, “Walcott” e as sensacionais “Cousins” e “A-Punk”.

Vampire Weekend Lolla

A banda seguinte Pixies fez um show sem muita empolgação apenas no momento que cantaram “Here Comes Your Man”. E para finalizar o dia tentamos chegar a tempo pro Jake Bugg no palco Interlagos, por que estavamos muito longe no pesado Soundgarden, apesar das perdas, acabamos o festival na companhia do clássico e ótimo New Order que cantou e encantou com músicas novas como “Singularity” e as clássicas “Bizarre Love Triangle”, “Blue Monday”, “Ceremony”, “Perfect Kiss” e “Love Will Tear Us Apart”.

NewOrder Lolla

:) Destaques do dia: Ellie Goulding, Vampire Weekend e New Order.
:( Perdemos: Raimundos, AFI, Jake Bugg e Arcade Fire.

AVALIAÇÃO

PONTOS FORTES:
Chef Stage foi uma boa opção;
Boa seleção de bandas;
Banheiros masculinos com novos e práticos mictórios.
Palco Skol.

PONTOS FRACOS:
A grandiosidade não foi a melhor opção, com palcos muito distantes e uma programação que nos fez escolher entre Lorde x Phoenix (primeiro dia) & Arcade Fire x New Order foi uma decepção para o público;
o local podem escolher melhor, interlagos não é a melhor opção para o Lolla;
Banheiros muito pequenos e sem o recurso de eucalipto do planeta terra;
Localização da sala de imprensa pior impossível, na subida e sem acesso para os palcos, dificil pra fazer um break, imagine descansar;
Sinalização e informação nas redondezas do festival
Palco Ônix e a falta de grama do palco Interlagos.

SAM_7234

E como de costume fomos atrás dos meninos estilosos e seus respectivos Looks no Festival!

SAM_7271

SAM_7274

SAM_7300

SAM_7312

SAM_7316

SAM_7319

SAM_7321

SAM_7328

SAM_7329

SAM_7333

SAM_7334

SAM_7339

SAM_7280

SAM_7283

Agradecimentos: T4F, Youcom, Laís Bueno, Bibiana Maia e Thiago Borsari.

Fotos das Bandas: Divulgação LollaPaloozaBR.

Looks do dia #MPHnoLolla

Até a próxima!






Escrito por Fabio Allves
Paulistano nascido e criado, publicitário na formação, blogueiro de lifestyle e RP de vida. 30 anos de viagens, paixões, inspirações, realizações e conquistas. Podem me achar no facebook, twitter, instagram e snapchat por @fabioallves.