As semanas de moda masculinas terminaram na última semana mostrando as melhores apostas das marcas em todo o mundo. Parece que se vestir confortável virou mesmo mania, não só no street style, mas nas passarelas. Moletons, malhas, tricôs, alfaiataria larga e modelagem ampla, sem falar numa cartela de cor aberta e fresca foram destaques nas semanas de moda. 

Normcore

NORMCORE

Lembra que já falamos sobre ela aqui no MPH? A tendência se mostra cada vez mais forte e tomando as ruas das principais capitais da moda no mundo. Tendência essa, que surgiu de uma não-tendência. Eu explico: em oposição aos que se vestem “produzidos” demais, com looks pensados da cabeça aos pés, surgiu de um grupo de pessoas que se veste, não para seguir modismos, mas simplesmente por quererem estar confortáveis e não serem notados nas ruas. Leia-se: camisetas lisas, casacos amplos, chinelo e meia, tênis esportivos, calças de moletom. O que eles querem, é parecer “normais” e dizer não ao consumismo desenfreado, além de assumirem uma postura “anti-moda”.

Os portais de tendências NY Mag e K-Hole confirmaram: o não-modismo se tornou uma tendência de comportamento e estilo e, prova disso, são os estilistas que, cada vez mais, apostam em peças normcore em suas coleções e souberam transformar o estilo “anti-moda” em desejo de consumo.

Desfile

Bottega Veneta fez bonito e apresentou uma coleção que uniu conforto e estilo numa cartela de cores com variações de um mesmo tom. Ermanno Scervino, na Semana de Milão, mostrou que a mesma proposta em looks que misturaram cores fechadas como azul marinho, preto e grafite. Já uma grife chamada Darks uniu a rigidez da alfaiataria com o conforto de tricôs oversize que mais lembravam roupões de banho.

Desfile

Ainda está na dúvida sobre o que é o normcore? Veja o Tumblr normcorelook.tumblr.com.

Veja +: Conforto e Estilo






Escrito por Dhyogo Oliveira
Blogueiro e designer de moda. Também escreve no Sem Geração.