Acredito que, assim como eu, muitos também tenham a dificuldade em fazer a mala perfeita para uma viagem. E não adianta levar as roupas e acessórios da moda se no fim chegarem tudo amassados e/ou até quebrados.

Aqui estão algumas dicas para ajudar nesse momento difícil, principalmente para grandes viagens ou para pessoas casadas, que tem que fazer uma mala valer por duas. rs

Para não amarrotar

Estenda calças, vestidos, camisas, deixando pernas e mangas para fora. Como um bom construtor, alterne os sentidos para nivelar as camadas.

Faça um bloco de meias, calcinhas ou cuecas no centro. Esse será o núcleo da obra.

Dobre por cima do núcleo as pernas e mangas. Aí está a mágica: na hora de desempacotar existirão pouquíssimos amassos.

Sapatos e pacotes vão nas laterais. Se ao abrir a mala alguma ruga aparecer, pendure a roupa no banheiro enquanto toma uma ducha quente. O vapor irá exterminá-las.

Para caber tudo

Com os lados "cimentados" por sapatos, suba blocos: por baixo, jeans e jaquetas, que amarrotam menos; por cima, blusas e camisas.

Se dobradas bem largas , as roupas ocupam menos espaço. Fazer rolos de camiseta é bom: elas se encaixam e não deixam áreas vazias.

Para brincar de mochileiro

Quem deve carregar o peso da mochila é a cintura, não os ombros. Assim, roupas mais pesadas devem estar no fundo. Isso também ajudará no equilíbrio da bolsa.

Empilhe suas roupas com dobras da largura da mochila. Você estará aproveitando ao máximo o espaço.

Cuecas e meias entram só no final, encaixadas nos cantos.

Lembre-se de colocar próximo aos zíperes as peças que você usará diariamente, como toalha ou pijama, ou precisa ter acesso rápido, como capas de chuva.

#FicaDica e boa viagem!

Fonte: Revista Super Interessante.






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.