Uma coisa que todo mundo fala quando viaja pro exterior é: “nossa, eu vi caaaaada corte de cabelo animal!” Tanto femininos quanto masculinos.

Isso sempre me fez perguntar: por que somos tão coxinhas neste sentido? No quesito corte de cabelo, a moda no Brasil anda tão, mas tão devagar, que é beeem difícil você encontrar alguém na rua que chame a atenção.

Separei alguns cabelos que são bem bacanas e vale de inspiração. O que podemos notar neles?

1. Comprimento. O comprimento é maior do que os meninos aqui costumam usar. As costeletas também não são raspadas rente ao rosto, fazendo parte da composição.

2. Modelagem.  Muito do efeito que esses cabelos tem é garantido com o secador de cabelos.  Nem todos os meninos tem o costume de usar, mas o secador pode e deve sim virar seu bestfriend após o banho. Faz toda a diferença. Além disso, os cabelos são finalizados com mousse, pasta, pomada, leave-in, spray….

3. Corte – o corte geralmente é bastante desfiado, gerando volume, ou em camadas.

O que eu sinto é que esses cabelos transmitem liberdade. Esses cortes que parecem desarrumados de alguma forte, pra mim transmitem um senso de liberdade, de curtição, de estar a vontade consigo mesmo e assumir sim a preocupação com o visual. E, critiquem-me se quiserem, mas o que eu vejo quando ando nas ruas do Brasil é um monte de gente presa com seus cortes bem rentes a cabeça e penteadinhos.

Bagunce!






Escrito por Erica Hans