Se você achou este título absurdo, clicou e está lendo esta frase, parabéns! No final deste texto você será uma pessoa hype, cheia de amigos tão hypes quanto você e acabará negando para todo mundo que é hype, afinal, hype que é hype, nunca admite ser um. Tá vendo, eu usei tantas vezes a palavra hype, que o Google já vai indexar este post como um dos mais hypes da semana. O segredo é colocar as palavras em negrito e usá-las já no primeiro parágrafo, o sucesso é quase garantido!

Após uma breve, rasa e óbvia pesquisa no Wikipédia (ser hype é bem fugaz mesmo), li esta definição:

Hype é a promoção extrema de uma pessoa, ideia, produto. É o assunto que está “dando o que falar” ou algo que todos falam e comentam. Geralmente é algo passageiro, como o assunto da moda. A palavra deriva de hipérbole, figura de linguagem que representa o exagero de algo ou uma estratégia para enfatizar alguma coisa”.

A lista abaixo foi elaborada com bom humor, sarcasmo e até com um pouco de auto-crítica, sempre necessária para evoluirmos ou percebermos o quanto somos ridículos as vezes.

GUIA PRÁTICO DE COMO SER HYPE EM APENAS 10 PASSOS BÁSICOS


1 – Use roupas compradas em brechós, trazidas do exterior (mencione que lá é tuuuuudo é mais barato) ou customizadas por você mesmo. Fique tranquilo, não dá trabalho não, basta cortar a gola, rasgar um pouco, fazer uns furos ou esborrifar tinta. Depois disso, sempre ache alguma oportunidade para dizer  “Poxa, fico puto quando pensam que faço ou fiz faculdade de moda”.
Misture as referências e tente fazer bom uso delas. Uma pessoa hype nunca fica over, fica excêntrica ;)


2 – Adicione o máximo de pessoas no seu facebook, mesmo que você não as conheça. Dê preferência aos estilistas, donos ou promoters de baladas, blogueiros, hostess, Dj’s e o povinho bacana, digo, cool! Após eles aceitarem, escreva nos seus murais “Oi querido, tudo bem? Obrigado por add, seja bem-vindo, um beijo“.
Isso vai deixar as pessoas confusas quanto a quem add quem e você já ganha pontos, em breve passará a receber solicitações de pessoas que você também nem conhece, mas vai acabar adicionando só pra aumentar o número de amigos. Lembre-se de possuir uma conta no Twitter, Instagram, Youtube, Vimeo, Myspace, Tumblr, Lookbook e onde mais conseguir, mesmo não usando algumas delas. Verifique se realmente deletou a sua conta do Orkut, não adianta falar mal e alguém descobrir que sua conta ainda está ativa, isso seria o fim das suas chances de ser considerado hype.

3 – Tenha tatuagens (mas diga que o diferente hoje em dia é não ter), use piercings e mencione, quase envergonhado, que o seu cabelo já foi azul, verde ou pink em alguma “fase maluca” da sua vida. Prata ou branco são as cores do momentos para os cabelos masculinos, se joga na água oxigenada e torça para o cabelo não cair ou ficar amarelo correio.
Dreads, moicanos, cortes assimétricos, laterais raspadas ou franjinhas na metade da testa também são aceitos, desde que você deixe claro que já usava isso antes de todo mundo usar. Diga que o seu estilo evoluiu junto com a sua personalidade!

4 – Fume cigarro (os lights não são bem vistos por alguns hypes) ou seja vegetariano (mesmo que você coma frango ou peixe… e as vezes Mc Donald’ s). Se o seu desejo por carne for muito grande, não coma carne vermelha por três ou 4 semanas. Pronto, já vai poder mencionar nas rodinhas “Na época em que eu era vegetariano…”.

5 – Frequente as baladas da moda ou consideradas alternativas, mas diga que ultimamente prefere festas mais íntimas na casa de amigos. Se não quiser ou puder frequentá-las, apenas confirme presença nos eventos do facebook (isso também vale para exposições, marchas na Paulista e tudo que lhe parecer hype). Se alguém perguntar se você foi, responda “Nossa, acabei ficando na festa de uns amigos, perdemos a hora, acordamos malucos ainda… a gente até experimentou uns psicotrópicos em gel, na próxima eu te chamo”.

6 – Use óculos grandes e estilo retrô, pode ser de grau ou com lentes escuras mesmo. Acessórios como boinas, chapéus, gravatas borboleta ou quarquer coisa xadrex são sempre bem vindos, além dos pares de tênis All Star. Aliás, já comprou o seu mocassim para usar com shorts? Ai, ai, ai… se você ainda não reparou nesta tendência, fique preocupado! Mas relaxa, daqui a pouco ela passa.

7 – Você obrigatoriamente tem que “descobrir” novos cantores ou bandas musicais, preferencialmente de países estrangeiros como Suécia, Finlândia, Dinamarca, (se joga no leste Europeu). Dos Estados Unidos, só se for de New York, tá!
E não se preocupe em conhecer toda a discografia do artista, basta postar nas redes sociais as músicas mais conhecidas e ninguém irá te questionar.

Mala com auto-falante

8 – Reclame de tudo, diga que a cidade já não tem baladas, shows, restaurantes ou festas como antes. Se o lugar for bem avaliado por algum Guia Cultural Colaborativo, melhor ainda! Isso vai mostrar que o seu gosto é bem exigente e que você discorda daquilo que a maioria das pessoas anda dizendo.

Pose hype para foto

9 – Faça, diga que já fez ou que sente vontade de fazer yoga, pilates ou RPG. Mas caso alguém elogie a sua forma física, diga que atualmente você anda muito ocupado e já não tem tempo de cuidar do corpo como antigamente. Como a lista está acabando, vou enfiar aqui mais uma dica super importante: quando for tirar fotos, lembre-se de manter a boca semi-serrada, coloque a língua no céu da boca e faça um olhar sensual em direção a câmera, como se estive encarando alguém que você sabe que lhe deseja.

10 – Diga que os seus cineastas favoritos são Quentin Tarantino (mesmo que só tenha assistido Kill Bill I e II, Bastardos Inglórios e Pulp Fiction), Lars von Trier (cite que ele é dinamarquês, mesmo não havendo contexto algum com o assunto), Almodóvar (torça pra ninguém te perguntar quais os 3 últimos filmes dele), e Akira Kurosawa, afinal, pega bem citar algum diretor oriental (conhece outro?) e divagar sobre a fotografia linda, intensa e encantadora dos seus filmes.
Woody Allen é americano, nasceu em New York, então tá valendo! O cool é dizer que adora ele, mas reclame dos seus últimos filmes, sem citar quais exatamente.

11 A sua opinião é muito importante para nós. Escreva aqui nos comentários as suas dicas para ser hype ;)






Escrito por Felippe Canale
Jornalista e produtor de conteúdo. Veja mais no site eaiconteudo.com.br.