fashion stake

Uma start up de Internet chamada Fashion Stake, será aberta nas próximas semanas, com a ambiciosa meta de sacudir a indústria da moda, assim como os sites de trocas de arquivos que transformaram a música.

O Fashion Stake permitirá que as pessoas financiem diretamente os estilistas. Depois de visualizar online as coleções, poderão comprar uma participação na coleção em troca de créditos para comprar roupas.

Os “patrocinadores” dos estilistas também poderão enviar ideias para os estilistas e votar nas melhores coleções.

A empresa, inspirada em redes sociais como Twitter e Facebook, aposta em um crescente modelo de negócios que convoca os empreendedores a entrar em contato direto com consumidores, financiadores e distribuidores de conteúdo ou de produtos.

A estilista Althea Harper, de Nova York, disse que o novo modelo poderá ajudar a encontrar financiamento. Além disso, permitirá que os criadores de roupas evitem o canal de vendas via lojistas convencionais.

“É difícil que uma rede de lojas de roupas confie em você quando você é um estilista novo”, disse ela.

Vamos aguadar para ver.

Fonte: Reuters.






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.