Nós homens – principalmente os que vivem sozinhos – sempre temos dúvidas em como lavar as roupas sem estragá-las. Sendo coloridas, brancas, com tecidos diferentes, etc.

Confira as dicas para não errar:

Teste a Tinta

Uma peça que solta tinta pode tingir um guarda-roupa. Deixe o item suspeito em uma bacia com água fria por 15 minutos. Se a água mudar de cor, lave-a separada depois.

Organize a lavagem

Junte os itens brancos e de cores claras com o mesmo grau de sujidade em uma mesma pilha. Separe as peças brancas de tecido sintético e lave-as somente com as de tecido branco. Separe os tecidos sintéticos, os mistos e os que não amassam, dos tecidos naturais. Crie uma outra pilha com as demais roupas escuras (azul escuro, preto, cinza escuro, verde, vermelho, etc)

Olhe a etiqueta

Existem alguns tecidos que não podem ser lavados em máquinas, geralmente utilizados em underwear ou em roupas com tecidos diferentes. Se na etiqueta estiver avisando que a roupa não deve ser lavada em máquina, não lave. Lave-a à mão.

Ensaboe com moderação

A quantidade de sabão não depende da quantidade de peças mas sim da de sujeira. Normalmente, ½ copo americano para um tanque cheio é o suficiente. Para casos dignos de comercial de TV, um copo americano inteiro.

Seque no cabide

Coloque camisas sociais e camisetas para secar em cabides. A peça já sai lisa, facilitando muito na hora de passar e, em muitos casos, até dispensa a passagem de ferro.

Jogue a toalha

Para evitar marcas de prendedor, coloque camisas de tecidos delicados sobre uma toalha de banho. De preferência seca.

Feche o zíper

Zíper aberto sofre mais atrito na hora da lavagem, o que faz ele emperrar antes do esperado. Feche todos que encontrar.

Leia as instruções

Os alvejantes modernos são ótimos, se você usar o produto certo. Mal utilizados, podem tirar cor ou amarelar roupas brancas. Como saber? Lendo o rótulo.

Não deixe de molho

Abaixo as tradições: Após duas horas, a mistura de água e ingredientes químicos com a sujeira das roupas vai fermentar, deixando um cheiro desagradável.

Fonte: Superinteressante de Março.






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.