costeletas

Esses dois aí de cima (Nasi e Hugh Jackman) são os reis da costeletas atuais.

elvis_costeletaMas não podemos esquecer do Rei, Elvis Presley, que deixava suas costeletas fazerem parte do seu charme.

As costeletas grandes na verdade eram formadas pela junção da costeleta e o começo da barba, que eram aparadas de acordo com o tamanho que a pessoa queria.

Há quem diga que elas estão fora de moda e odeiem elas. Mas ainda existem grandes adeptos do uso delas.

Muitos rapazes ainda usam do jeito clássico, mas há outros que seguem o estilo alternativo, onde a costeleta foi adaptada usando um pedaço do cabelo crescido, com ou sem o uso da barba. Como por exemplo o Diego do NxZero.

Eu, particularmente, sou um grande fã das costeletas grandes e indico para todos que quiserem e puderem usar.

É um jeito fácil de se diferenciar de outras pessoas só usando um pequeno detalhe.

Um exemplo que uso: um corte que já ficou comum como omoicano estilo beckham, em um cabelereiro clássico ele irá fazer a costeleta baixinha, como a do Beckham, e o cara vai parecer com todos da balada de Sorocaba. (pode acreditar, toda balada que vou por lá encontro uns 30 caras iguais). Mas se ele fizer uma costeleta diferente, ou maior, ou no estilo alternativo, vai ficar totalmente diferente e vai se destacar bem mais que os outros.

Fica a dica. Mas a discussão continua: “Deixar ou não deixar?” Comentem!






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.