camisetas

Posts publicados na categoria camisetas

Inspiração: Camisetas listradas

Confira algumas fotos de homens do mundo inteiro usando camisetas (normais ou regatas) listradas. Uma peça versátil e básica, que combina bastante com sobreposições e em looks do estilo navy. Confira e se inspire:

Camiseta Listrada

Listradas

Regata Listrada

Listras

Listras

Camiseta Listrada

Listras

Camiseta Listrada

Camiseta Listrada

Listras

Camiseta

Você curte?

17 abr 2014

O guia completo de camisetas

Camisetas são as peças mais básicas do guarda roupas masculino, talvez por isso seja a mais controversa. Uns as vêem como uma peça que remete a desleixo, muitas vezes associada a peça que se usa em casa, outros, no entanto, as vêem como uma peça casual, capaz de criar um estilo despojado a pessoa que a usa.

Sua origem nos remete a revolução industrial, próximo ao século XVIII, época em que as novas máquinas de produção de malha começavam a fazer parte da indústria têxtil. No Brasil, somente em meados do século XIX a indústria se movimentou em direção a esta peça, quando se instalaram nos estados da Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro, unidades de produção que tinham como destaque a utilização de algodão em sua confecção.

Tamanho correto

Este texto poderia ter exatamente este título “tamanho correto” ou “não compre roupas maiores ou menores que você” pois este, sem dúvidas, é o maior erro quando vejo homens na rua, seja porque estão usando camisetas onde a manga termina depois do cotovelo, camisetas que terminam quase nas coxas, ou ainda pior, quanto terminam antes da cintura… Ao menos que você seja o Mick Jagger, colocar uma camiseta que mostre a barriga nunca é agradável as pessoas ao seu redor e muito menos a você. Se adequar ao seu tamanho é o principal “segredo” para se vestir bem. Ao longo do tempo, durante a vida adulta, se adequar as mudanças ocorridas é fundamental, uma das principais certezas é que você perderá roupas porque ganhou ou perdeu massa.

Como regras gerais, as mangas sempre terminam antes dos cotovelos e a camiseta deve terminar abaixo da cintura. Às vezes é inevitável mostrar a barriga, como em pé no transporte público (que mora em São Paulo sabe que sentar no ônibus é um privilégio), mas andando é um tanto quanto desnecessário. Uma dica é colocar a camiseta e declinar a coluna ou mesmo levantar os braços.

Se você não está totalmente confiante com o seu corpo – sentimento compartilhado por muitos de nós – tentar escondê-lo usando roupas maiores é um erro. Magro de mais ou gordo de mais, em ambas as situações, roupas maiores só fazem com que evidenciem ainda mais a sua silhueta. Outra dica importante em ambas as situações é apostar em cortes retos ou tradicionais, pois ajustam melhor ao seu corpo.

Golas

Desde a gola tradicional até a gola em V, bem como suas variações, em U ou em Y, têm individualmente características distintas que podem ser exploradas, como golas em V sempre alongam o pescoço, o que pode ser explorado por homens mais baixos que desejam criar a ilusão de maior altura, ou mesmo por homens maiores que desejam criar um efeito de emagrecimento (a cor preta por si só cria esta ilusão, mas o corte é fundamental).

Por outro lado, golas tradicionais criam efeitos opostos a V, logo podem criar ilusão de maior tamanho.

Tecido

Após o tamanho, a escolha do tecido é muito importante. Hoje é possível encontrar inúmeras composições além da tradicionais camiseta de 100% algodão, como por exemplo as compostas por poliéster e algodão que não retêm calor, sendo um dos destaques o “dri-fit” produzido pela Nike, que foi uma tecnologia desenvolvida para roupas esportivas que aos poucos está sendo aplicada a peças casuais, tais como camisetas. Até mesmo o tipo de fio é um fator importante, popularmente conhecidos como “malha grassa” e “malha fina”, onde a “grossa” sempre irá reter mais calor.

02 abr 2014

Conheça a banda antes de usar a sua camiseta!

Tem alguns rapazes usando camisetas de banda sem saber que são de banda. É sério… Alguns compraram porque gostaram da estampa e outros porque viram alguns looks bacanas com tal camiseta, mas sequer pararam para ouvir uma música da banda que saem desfilando pelas ruas.

Por isso, resolvi reunir as principais bandas que vejo camisetas na rua para evitar esse tipo de gafe entre os rapazes. Aliás, se você conhecer alguém que usa uma camiseta dessas sem conhecer -pelo menos- uma música da banda, gentilmente envie o link desse post pra ele. ;)

Ramones

Ramones foi uma banda norte-americana de punk rock formada em Forest Hills, no distrito de Queens, Nova York, no ano de 1974. Considerada como precursora do estilo e uma das bandas mais influentes e importantes da história do rock.

Em 30 de março de 1974 os Ramones tocaram pela primeira vez, como um trio: Joey, Dee Dee e Johnny. Em 16 de abril do mesmo ano, a banda realizou sua primeira apresentação no bar CBGB, que se tornava o refúgio do rock underground nova-iorquino da época. Ao longo de seus 22 anos de existência, os Ramones totalizaram 2.263 apresentações ao redor do mundo . O último show foi realizado em Los Angeles, Califórnia, em 6 de agosto de 1996.

Looks comuns:

Iniciação musical:

The Rolling Stones

The Rolling Stones é uma banda de rock inglesa formada em 12 de julho de 1962, e é uma das bandas mais antigas ainda em atividade. Ao lado dos Beatles, foram considerados a banda mais importante da chamada Invasão Britânica ocorrida nos anos 1960, que adicionou diversos artistas ingleses nas paradas norte-americanas e que decisivamente influenciaram na música pop e nos costumes.

Formado por Brian Jones, Keith Richards, Mick Jagger, Bill Wyman e Charlie Watts, o grupo calcava sua sonoridade no blues. Em cinquenta anos de carreira, sucessos como “Beast of Burden”, “Tumbling Dice”, “Ruby Tuesday”, “Wild Horses”, “(I Can’t Get No) Satisfaction”, “She’s A Rainbow”, “Sympathy for the Devil”, “Jumpin’ Jack Flash”, “Miss You” e “Angie” fizeram dos Stones uma das mais conhecidas bandas do rock mundial, levando-a a enfrentar todos os grandes clichês do gênero, desde recepções efusivas da crítica até problemas com drogas e conflito de egos, principalmente entre Jagger e Richards. Os Rolling Stones já venderam mais de 240 milhões de álbuns no mundo inteiro em sua carreira.

Camiseta mais utilizada:

A camiseta às vezes é vendida sem nenhuma menção da banda “The Rolling Stones”, daí fica fácil de achar que é apenas uma estampa bacaninha de uma língua pra fora. A história dela:

Em 1970, a banda encomendou ao designer John Pasche uma imagem que fosse “antiautoridade e sexy”. O logotipo criado dessa boca com a língua de fora foi símbolo do selo lançado pela banda em 1971, mas logo passou a ser vinculado aos Stones.

A inspiração é óbvia: o bocão do vocalista Mick Jagger.

Iniciação musical:

AC/DC

AC/DC é uma banda de rock formada em Sydney, Austrália em 1973 pelos irmãos Angus e Malcolm Young. A banda é normalmente classificada como hard rock e considerada uma das pioneiras do heavy metal, juntamente com bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath, Thin Lizzy, Judas Priest e Deep Purple. No entanto, os seus membros sempre classificaram a sua música, somente, como rock and roll.

O AC/DC passou por várias mudanças de alinhamento antes de lançarem o seu primeiro álbum, High Voltage, em 1975. A formação manteve-se estável até o baixista Cliff Williams substituir Mark Evans em 1977. Em 1979, a banda gravou o seu bem-sucedido álbum Highway to Hell. O vocalista e co-compositor Bon Scott faleceu a 19 de fevereiro de 1980, após consumir na noite anterior uma grande quantidade de álcool. O grupo considerou por algum tempo a separação, mas rapidamente o ex-vocalista dos Geordie, Brian Johnson, foi selecionado para o lugar de Scott. Mais tarde nesse ano, a banda lançou o seu álbum mais vendido, Back in Black.

A banda já vendeu mais de 150 milhões de cópias em todo o mundo, incluindo 71 milhões somente nos Estados Unidos. Back in Black já vendeu cerca de 43 milhões de cópias mundialmente, do quais 22 nos Estados Unidos, fazendo dele o 2º álbum mais vendido de todos os tempos e o 5º mais vendido nos Estados Unidos.

Camiseta mais utilizada:

Meu amigo Yago também já postou look usando uma camiseta do AC/DC. Mas segundo ele, conhece e curte a banda, mas não é tão fã:

Iniciação musical:

Guns N’ Roses

Guns N’ Roses (às vezes abreviado como G N’ R ou GnR) é uma banda americana de hard rock, formada em Hollywood, Los Angeles, Califórnia, em 1985. A banda já lançou seis álbuns de estúdio, três EPs e um álbum ao vivo. O co-fundador e líder Axl Rose e o tecladista Dizzy Reed são os únicos membros da formação clássica no atual Guns N ‘Roses.

A banda já vendeu 100 milhões de cópias em todo o mundo, sendo cerca de 43 milhões somente nos Estados Unidos. O seu álbum de estréia em 1987, Appetite for Destruction vendeu cerca de 28 milhões de cópias no mundo todo, sendo certificado 17 vezes platina pela RIAA (Associação da Indústria de Gravação da América).

Camiseta mais utilizada:

Iniciação musical:

Iron Maiden

Iron Maiden é uma banda britânica de heavy metal, formada em 19751 pelo baixista Steve Harris, ex-integrante das bandas Gypsy’s Kiss e Smiler. Originária de Londres, foi uma das principais bandas do movimento musical que ficou conhecido como NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal). O nome “Iron Maiden”, homônimo de um instrumento de tortura medieval que aparece no filme O Homem da Máscara de Ferro, baseado na obra de Alexandre Dumas.

Com quase quatro décadas de existência, quinze álbuns de estúdio, seis álbuns ao vivo, quatorze vídeos e diversos compactos, o Iron Maiden é uma das mais importantes e bem sucedidas bandas de toda a história do heavy metal, tendo vendido mais de 100 milhões de álbuns registrados em todo o mundo. Seu trabalho influenciou diversas bandas de rock e metal.

Em 2002, a banda recebeu o prêmio Ivor Novello em reconhecimento às realizações em um parâmetro internacional como uma das mais bem-sucedidas parcerias de composição da Inglaterra. Durante a turnê americana de 2005, foi adicionada à Calçada da Fama do Rock de Hollywood. Em 2011, ganharam seu primeiro Grammy por “El Dorado”. A banda também está presente nas principais listas de maiores bandas de rock de todos os tempos, assim, sendo considerada pela MTV a maior banda de heavy metal de todos os tempos.

Looks comuns:

Não é por nada, mas esse rapaz tem cara de quem curte Iron Maiden? Dá um look:

Iniciação musical:

Kiss

Kiss é uma banda de hard rock dos Estados Unidos, formada em Nova York em 1973. Conhecida mundialmente por suas maquiagens, e por seus concertos muito elaborados que incluem guitarras esfumaçantes, cuspir fogo e sangue, pirotecnias e muito mais. O Kiss já recebeu 24 discos de ouro. Desde sua formação já vendeu mais de 100 milhões de álbuns.

Constitui um dos maiores impactos culturais da década de 1970, valendo-se de roupas e, sobretudo, maquiagens nunca antes vistas, que marcariam a história da música. Seus dois fundadores são Gene Simmons (baixo e vocal) e Paul Stanley (guitarra rítmica e vocal), que ficaram frustrados com o fim de uma banda que formavam, chamada Wicked Lester, decidindo, assim, procurar novos integrantes para uma nova banda. Encontraram tais integrantes através de anúncio de jornal – Ace Frehley (guitarra solo e vocal) e, pela revista Rolling Stone, Peter Criss (bateria e vocal).

Camisetas mais comuns:

Iniciação musical:

Harry Styles, um grande fã de rock. Será?

Sabe o mais louco? Quando procurei as fotos para esse post, acredita que vi o Harry Styles usando todas as camisetas citadas? Melhor ainda, ele ainda usa do Pink Floyd e até do Rush.

Mas calmae, como é possível um grande fã de todas essas bandas… Que ouve isso:

E canta isso:

Será que ele já parou para ouvir as músicas ou só acha as estampas bonitinhas?

21 mar 2014

Estampa de férias

Para o desespero de muitos, faltam alguns meses para o verão acabar e alguns ainda aproveitam a preguiça que existe entre as festas de fim de ano e o carnaval para viajar e aproveitar a época mais quente do ano. Afinal de contas, independente da época, viajar está na moda e fazer uma viagem nas férias de verão está cada vez mais acessível. E, se viajar está na moda, a moda agora é mostrar pra onde você foi (ou gostaria de ir) através das estampas. Esse tipo de estampa não me agradava porque antigamente havia uma forte influência do surfwear ou sporwear no geral. Imagens de lugares paradisíacos com pranchas de surf ou skate eram as que normalmente encontrávamos. Eu fui às lojas Renner recentemente e vi que as estampas com frases sobre viagem e imagens de lugares cotados para o verão como Califórnia e Rio de Janeiro estão em alta mais do que nunca. Mas dessa vez elas vieram repaginadas (quase sempre em P&B com pequenos contrastes de core). Quase nunca agora são vistas relacionadas a esportes, e o apelo “on the road” é forte. As referências também são menos óbvias e mais lúdicas.

E você, também aproveitando o verão?

04 fev 2014

Blazer e camiseta, combine sem medo!

Já falei por aqui sobre a combinação de Blazer e Jeans, lembra? Existe outra combinação que muitos rapazes tem medo de fazer, mas não deveriam: Blazer e Camiseta.

É uma ótima opção de look para unir o social do blazer e o despojado da camiseta. Ideal para eventos informais e também para sair com os amigos num lugar mais bacana.

O ideal é optar por camisetas mais básicas, mas também é possível fazer ótimas combinações com camisetas estampadas. Mas se surgiu alguma dúvida ou conflito, opte pela básica. ;)

Aproveite para brincar com as golas e com as cores.

Inspire-se:

Você gosta? Usa?

27 nov 2013

A história das camisetas

De expressão da individualidade à outdoors ambulantes, veja o que suas camisetas dizem sobre você!

Elas faziam parte da roupa íntima. Usadas como segunda pele, as camisetas foram criadas para proteger os operários do frio e absorver o suor do corpo. Quase oito décadas depois, se transformaram em forma de expressão de estilo e individualidade, além de ser uma peça que serve de código e de comunicação para muitos grupos e organizações. Conheça a história da camiseta e entenda por que ela nunca sairá de moda.

Nos anos 1930, ninguém jamais pensou que a camiseta fosse fazer parte do vestuário como peça “básica”. Elas eram usadas por debaixo de outras camisas e uniformes pelos operários, como meio de proteção para o trabalho. Duas décadas depois, foram adotadas como peça-protesto entre os jovens rebeldes que resolveram colocar para fora essa então considerada “underwear” e imortalizadas nos corpos de Marlon Brando (Um Bonde chamado Desejo, 1951) e James Dean (Juventude Transviada, 1955). O advento do cinema (e, assim,dos ícones juvenis) foram essenciais para tornar a camiseta peça obrigatória no modo de se vestir da juventude da época. Junto com o advento do jeans e a jaqueta de couro, tornou símbolo de rebeldia e modernidade.

“A camiseta está para a vestimenta assim como a tela está para o artista”

Foi aí que os empresários e organizações enxergaram que a camiseta, de fato, era um meio de comunicação não-verbal bem poderoso de modo que, na década de 1960, passaram a estampar frases e mensagens políticas em apoio a candidatos à presidência dos Estados Unidos, como mostra “The T-Shirt Book” de Charlotte Brunel. O contexto social-político estava efervescendo no mundo todo e era preciso algo que comunicasse de forma rápida e eficaz, então a camiseta foi usada, não só pelos políticos, mas por todos aqueles que queriam passar uma mensagem, como fizeram os hippies com suas mensagens contra a Guerra do Vietnã. Os punks também mostraram seu protesto através das camisas com mensagens atrevidas e provocativas de cunho social, utilizando-se de símbolos polêmicos, como a suástica.

A (marca da) camiseta como status

Nos anos 1980 e 1990, as grifes passaram à frente das organizações e estamparam slogans e logomarcas nas camisetas, aproveitam-se da geração jovem que tomou conta dessas duas décadas: ricos e extremamente consumistas. Os Yuppies (como eram chamados) foi a primeira geração de “jovens profissionais em ascensão”. Egocêntricos, materialistas e preocupados com o status, utilizavam a roupa para mostrar poder econômico e, por isso, a camiseta com logomarcas foram as mais aceitas. Quanto mais aparente a estampa da grife, melhor. No Brasil, entretanto, essa peça do vestuário tinha outra missão. Com as eleições que levariam à presidência Fernando Collor de Mello, o então candidato expressava seus anseios e intenções através das camisetas. Fazia aparições públicas com frases de efeito estampadas, que chegavam a virar manchete de jornais. Um movimento que, unido aos “caras pintadas”, agiu para o impeachment do presidente, foi chamado de “descamisados”, em referência às camisas da campanha de Collor. Esse foi um fato que mudou a conduta e o significado das camisetas na política do país.

Atualmente é a união de todos esses significados que ficou presente nos mais diferentes segmentos da sociedade. A moda caminhou para isso, e a democratização da mesma nos permite passar a mensagem que for: seja ela ideológica ou social. Hoje, a camiseta, mais que forma de se comunicar sem precisar necessariamente de palavras, é instrumento de expressão social e cultural e, devido ao seu legado, tem um papel extremamente importante nas mudanças sociais. “A camiseta está para a vestimenta assim como a tela está para o artista”, e é através dela que podemos nos expressar e identificar grupos através de cores, símbolos, frases e personalidades.

A orkutização das massas (ou a democratização da moda?)

Mas é importante ressaltar que nem todos os consumidores são conscientes do que isso significa para si próprio. Não é difícil ver meninas e meninos vestindo estampa “Jack Daniel’s”, sem saber de que se trata de um Uísque. Ou mesmo t-shirts que levam nomes de bandas que se tornaram extremamente populares nas bancas e sites de camisetas: Ramones, AC/DC, Kiss e Rolling Stones são exemplos de bandas consagradas que caíram no gosto das estampas, e são usadas às vezes inconscientemente pelo consumidor de massa, que absorve a informação sem ao menos reconhecê-la, ou saber o que aquilo pode significar para determinado grupo, país ou língua. Outro grande exemplo são as camisetas com frases em língua estrangeira, que se tornaram commoditie do grande público, que as consomem sem a preocupação de saber o que aquilo quer dizer. “Abercrombie & Fitch” e “Armani Exchange”, estampadas na região do peito também são tentativas, dessa vez conscientes, de quem veste querer ser percebido de uma determinada maneira através do legado da grife e do que ela representa, regressando ao conceito dos “Yuppies”, falado um pouco mais acima. A preocupação do status e a vontade de ser reconhecido por um determinado grupo (o do rei do camarote, nesse caso), são passadas com maestria através da camiseta, tornando-se quase uma assinatura própria. O mais curioso é ter a consciência de que, utilizando do seu corpo para evidenciar um nome de uma empresa (seja ela grife, partido político ou organização não governamental), por mais valor que isso agrega para si, o indivíduo só ajuda para a ascensão (ou a queda) da mesma, se tornando um pequeno outdoor ambulante.

Reis dos camarotes e falsos roqueiros à parte, a camiseta caminhou para ser uma peça do vestuário que ultrapassou a moda e conseguiu. Elas são um exemplo de poucas peças que falam por si só e são usadas para expressar opiniões, gostos e posições sociais. Ela luta por causas, propaga ideologias, representa pontos de vista e expressam gostos e preferências. Elas acompanharam a história da sociedade, se adaptaram ao boom da internet e hoje é usada como meio de comunicação por qualquer pessoa – seja de forma consciente, ou não.

25 nov 2013