Desde que o animal print saiu do visual rock para o guarda roupa de todo mundo, ele perdeu um pouco a irreverência que carregava. Onças, zebras e cobras eram estampas obrigatórias em cintos, coletes, tênis e acessórios, que não podiam faltar no visual dessa galera irreverente. Foi bem nessa época que os homens também usavam, e não faz tanto tempo assim. Mas como na moda tudo sofre mudança de significados e, consequentemente de público, hoje a estampa é encontrada em lojas da classe A à classe E, principalmente para as mulheres. Mas os estilistas nas últimas semanas de moda (verão 2013) de Paris e Londres fizeram questão de trazer o animal print de novo para as roupas dos homen. Dessa vez de uma forma menos característica e mais elegante em peças mais simples e comuns. E mesmo que seja algo que funcione apenas para a passarela, fica aí a dica de quem gosta de um visual mais transgressor e fora dos padrões.

E aí, vai encarar o bicho?






Escrito por Dhyogo Oliveira
Blogueiro e designer de moda. Também escreve no Sem Geração.