Fazer uma apresentação, tanto na faculdade quanto no trabalho, pode ser uma tarefa bem difícil para muitas pessoas.

Se você também tem essa dificuldade, aqui estão algumas dicas para você guardar e usar na sua próxima apresentação:

Seja Sucinto

De acordo com o wikipedia, o índice de tempo de atenção de um adulto gira em torno de 8 segundos. Praticamente nada, mas esses poucos segundos serão fundamentais para que a pessoa continue interessada no que você está dizendo.

Faça Ganchos

Um gancho sempre irá fazer com que seus ouvintes se perguntem “O que vem por aí?”. Ao gerar essa curiosidade a chance de você responder a várias perguntas no final da sua apresentação é bastante grande.

Fale de suas ideias, não de você

A menos que seja uma entrevista de emprego, o interesse de sua platéia está no seu projeto ou ideia. Só fale de detalhes pessoais se eles forem realmente relevantes para o assunto principal da sua apresentação.

Esqueça os mínimos detalhes

Esse é o momento de falar do projeto como um todo. Se você conseguir transmitir sua mensagem com objetividade, naturalmente as pessoas irão querer saber mais detalhes, e aí, com mais tempo, você poderá sanar todas as dúvidas e curiosidades.

Fale de forma simples

Nada de jargões corporativos, frases feitas ou palavras difíceis. Use termos condizentes com a sua apresentação: ninguém gosta de alguém que quer chamar a atenção sendo um dicionário ambulante.

Pratique

Essa pode parecer óbvia, mas existe muita gente que não se prepara para uma apresentação. Mesmo se o assunto estiver tinindo na sua cabeça, perca alguns minutos para olhar novamente seu material e afiar ainda mais seu discurso.

Escreva seu discurso

Colocar as idéias no papel pode ser um ótimo treino para uma apresentação, por isso demanda uma organização mental que muitas vezes perdemos ao falar. Mentalize e passe para o papel; você pode se surpreender com as abordagens que podem surgir.

Revise seu material

Revise quantas vezes puder! Tudo pode ir por água abaixo se uma palavra estiver errada ou se alguém duvidar de um número devido a uma falta de fonte. Erros simples podem chamar muita atenção e dispersar a audiência.

Contextualize

Contexto é tudo. Ele mostra o que aconteceu anteriormente e aponta possibilidades para o futuro. Isso facilita a recepção da mensagem pelo seu interlocutor.

Escute

Depois de falar, ouça o que as pessoas têm para lhe dizer. Novas ideias podem surgir a partir dessa conversa, e o primeiro passo é saber ouvir para poder usar posteriormente esse novo conhecimento, informação ou opinião.

Via MonkeyBusiness.






Escrito por Guilherme Cury
29 anos, taurino, blogueiro e músico nas horas vagas. Criou o MPH há 7 anos com o objetivo de trazer as principais novidades do universo da moda masculina para o homem que se importa com o que veste.